Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Furacão Isidore (desambiguação).
Furacão isidore
Categoria 3 (EFSS)
Imagem de satélite do furacão isidore logo ao largo da costa do México em 22 de Setembro de 2002, com ventos máximos sustentados de 205 km/h.
Formação 14 de Setembro de 2002
Dissipação 27 de Setembro de 2002
Vento mais forte (1 min) 110 nós (204 km/h, 127 mph)
Pressão mais baixa 934 hPa (mbar) ou 701 mmHg
Danos $970 milhões de dólares (valores em 2002)
Inflação $1,1 bilhão de dólares (valores em 2007)
Fatalidades 4 diretos, 3 indiretos
Áreas afetadas Cuba, México (Península de Iucatã) e Estados Unidos (Luisiana)
Parte da
Temporada de furacões no Atlântico de 2002

O Furacão Isidore esteve ativo entre 14 a 27 de setembro de 2002 foi considerado de categoria 3 pela Escala de Furacões de Saffir-Simpson com ventos de 120 mph (190 km/h) afetando Cuba, Península de Iucatã e Luisiana (Estados Unidos).

Isidore chegou na Jamaica dia 17 de setembro ainda sendo um tempestade tropical somente dia 19 de setembro tornou-se um furacão com ventos de 100 mph indo em direção a ilha de Cuba. Dia 20 chegou ao Cabo Frances provocando algum estrago.

Doze horas depois de Cuba, o furacão chegou a Península de Yucatan alcançando a intensidade de 120 mph. Dia 26 chegou a Luisiana (Estados Unidos). Enfraqueceu a uma depressão tropical e com chuvas pesadas, chegou a Pensilvânia dia 27 de setembro e dissipou-se.

O Furacão Isidore deu um prejuízo de 350 milhões de dólares e provocou 7 mortes por onde passou.

Ícone de esboço Este artigo sobre ciclones tropicais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.