Gálea aponeurótica

Gálea aponeurótica
1106 Side Views of the Muscles of Facial Expressions numbered.jpg
Músculos da cabeça, rosto e pescoço. (Aponeurose epicraniana visível na parte superior marcada como "1").
Latim Galea aponeurotica,
Aponeurosis epicranialis,
Aponeurosis epicrania

A gálea aponeurótica ou aponeurose epicraniana é uma aponeurose (uma camada dura de tecido fibroso denso) que cobre a parte superior do crânio em humanos e em vários outros animais. Em humanos, ela é fixada no intervalo entre sua união com o músculo occipitofrontal, à protuberância occipital externa e linhas nucais mais altas do osso occipital; na frente, forma um prolongamento curto e estreito entre sua união com o músculo frontal.

Em ambos os lados, a aponeurose epicraniana dá origem aos músculos auriculares anterior e superior; nessa situação, ela perde seu caráter aponeurótico e continua ao longo da fáscia temporal até o arco zigomático como uma camada de tecido areolar laminado.

Está intimamente ligada a pele pela camada fibro-gordurosa firme e densa que forma a fáscia superficial do couro cabeludo: está ligada ao pericrânio por tecido celular solto, o que permite que a aponeurose, levando consigo a pele, se mova através de uma distância considerável.[1]

Imagens adicionaisEditar

Ver tambémEditar

Referências