Gérard Genette

Gérard Genette (nascido em 1930, em Paris - 11 de maio de 2018) foi um crítico literário francês e teórico da literatura que construiu a sua própria abordagem poética a partir do cerne do estruturalismo.[1] É um dos responsáveis pela reintrodução do vocabulário em uma retórica crítica literária, por exemplo, termos como Tropo e metonímia. Adicionalmente seu trabalho sobre narrativa, mais conhecido em Inglês através da selecção Narrativa do Discurso: um ensaio em Método, tem sido de importância.

Gérard Genette
Nascimento Gérard Raymond Genette
7 de junho de 1930
20.º arrondissement de Paris
Morte 11 de maio de 2018 (87 anos)
Ivry-sur-Seine
Cidadania França
Cônjuge Raymonde Debray-Genette
Alma mater
Ocupação crítico literário, teórico literário, professor universitário,
Prêmios
  • Oficial das Artes e das Letras (2016)
Empregador École des hautes études en sciences sociales, escola Prática de Altos Estudos, Faculdade de Artes de Paris
Obras destacadas Palimpsests: Literature in the Second Degree
Movimento estético antropologia estrutural, narratologia

Sua influência internacional não é tão grande como a de alguns outros identificados com o estruturalismo, como Roland Barthes e Claude Lévi-Strauss; seu trabalho é mais freqüentemente incluído em seleções ou discutido em obras secundárias do que estudado em seu próprio direito.

ReferênciasEditar

  1. «Gérard Genette» (em inglês). BNE. Consultado em 19 de maio de 2020