Sem Compromisso (escola de samba)

(Redirecionado de GRES Sem Compromisso)

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Sem Compromisso é uma escola de samba de Manaus, fundada em 1978 como bloco carnavalesco.[1] Seu nome inicial seria Unidos da Comendador, mas logo no primeiro ano de desfile acabou batizada com o nome atual.[1] Sua quadra fica localizada na Avenida Margarita, bairro Nova Cidade, Zona Norte da cidade.[2]

G.R.E.S Sem Compromisso
Fundação 24 de dezembro de 1979 (41 anos)
Cores
Símbolo Tucano
Bairro Nova Cidade
Presidente Andrew Lobo
Presidente de honra Getulio Lobo

HistóriaEditar

A agremiação foi criada por moradores da Rua Comendador Clementino, próxima ao Centro de Manaus, decidiram fundar um Bloco, como forma de diversificar as opções de lazer da região.[1]

No carnaval de 1979, desfilou na Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro de Manaus.[1] Estreou no Grupo principal das escolas de Manaus em 1983, quando conseguiu o terceiro lugar.[1]

Em 1984, em protesto contra o resultado do ano anterior[1], trocou o desfile de sua cidade pelo de Boa Vista, voltando a Manaus em 1985. Foi campeã em 1986 com o samba de Aníbal Beça - "Joana Galante – Axé dos orixás", considerado memorável.[1]

Homenageou em 2001 o piloto de Fórmula 1 amazonense Antônio Pizzonia. Nesse ano, após peregrinar por vários locais, fixou sua nova sede no bairro Vila da Prata.[1] Após muitos anos "peregrinando" pela cidade, a escola, em 2012, encontrou seu lugar na Zona Norte, no bairro Nova Cidade. No carnaval, obteve a quinta colocação do grupo principal do Carnaval, ao receber um total de 268.80 pontos dos jurados.[3]

Em 2014 foi declarada campeã, juntamente com todas as outras escolas do Grupo Especial.

No ano de 2015, Sem Compromisso fez uma homenagem as lutas em geral, fazendo um desfile luxuoso. Com o Enredo Lutar sempre, Vencer talvez, Desistir jamais. Ficando em sexto lugar na colocação.

Em 2016 apresentou o pão como enredo. Fez um desfile pouco luxuoso, mas empolgante. A Bateria Destemida inovou fazendo paradinhas em todas as estrofes do samba. Na apuração, manteve-se sempre nos últimos lugares, mas conseguiu a permanência no Grupo Especial com o 7º lugar.[4]

 
desfile da escola de samba Sem Compromisso em 2015.

Em 2017, A escola trouxe para avenida a Feira, com o enredo Eu tenho pra vender... Quem quer comprar?, um desfile muito empolgante, A Bateria Destemida veio explosiva com muitas paradinhas em todas as estrofes do samba. mas obteve a oitava colocação.

Em 2018, a escola fez uma grande homenagem à baiana mais antiga e tradicional da cidade: Dona Zuzu. Com esse desfile, obteve a oitava colocação, sendo rebaixada para o grupo de acesso, pela primeira vez em sua história.

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Sem Compromisso (escola de samba)

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Nome Mandato Ref.
Alzeir Nina "Zê" 1999 - 2000 [5]
Carlinhos Ramalhosa 2012 - 2014 [6]
Getúlio Lobo 2015 - 2017 [7]
Jimmy Lins 2018 - 2019
Betinho Filho 2019 - 2020
Andrew Lobo 2021 - 2024

DiretoresEditar

Ano Diretor de Carnaval Diretor Geral de Harmonia Mestre de Bateria Ref.
2009 Augusto Maciel MESTRE

BIJU

2010 Fabiano Fayal MESTRE

BIJU

2011 MESTRE

BIJU

2012 MESTRE

BIJU

2013 Augusto Maciel Comissão

Jimmy, Leo, Geleia, Nica e Flávio

[8]
2014 Augusto Maciel MESTRE

Jimmy Lins

[6]
2015 Augusto Maciel MESTRE

Jimmy Lins

2016 Getúlio Lobo MESTRE

Jimmy Lins

2017 Comissão

Getúlio, Luizinho e José Valdo

MESTRE

Jimmy Lins

2018 Antônio Wagner Wenderson Soares MESTRE

Luã Costa

2019 Marcus Bentes Jackson Sicsu Luã Costa
2020 Marcus Bentes Jackson Sicsu Alfredo Azle

IntérpretesEditar

Ano Nome Ref.
1980 As Gatas
1981 Celito
1982
1983 Aroldo Melodia
1984 Desfilou em RR
1985 Aroldo Melodia (gravação)
1986 Bira Havaí (gravação)
1987 Bira Havaí (gravação)
1988 Quinzinho (gravação)
1989 Marcos Moran (gravação)
1990 David Correa (gravação)
1991 Roger da Fazenda (gravação)
1992 Agnaldo do Samba
1993 Agnaldo do Samba e Aroldo Melodia
1994 Agnaldo do Samba
1995 Agnaldo do Samba
1996 Agnaldo do Samba
1997 Agnaldo do Samba
1998 Agnaldo do Samba
1999 Arlindo Jr
2000 Arlindo Jr
2001 Agnaldo do Samba
2002 Agnaldo do Samba
2003 Agnaldo do Samba
2004 Agnaldo do Samba
2005 Agnaldo do Samba
2006 Alzier do Samba
2007 Arlindo Jr
2008 Arlindo Jr
2009 Agnaldo do Samba
2010 Agnaldo do Samba
2011 Agnaldo do Samba
2012 Agnaldo do Samba
2013 Agnaldo do Samba
2014 Arlindo Jr
2015 Arlindo Jr
2016 Arlindo Jr
2017 Gallo e Nilsandro Jr
2018 Wantuir Oliveira e Arlindo Jr
2019 Sandro Roberto
2020 Sandro Roberto

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeiraEditar

Ano Nome Ref.
2013 James Paixão e Magda [8]
2014 James Paixão e Magda
2015 James Paixão e Magda
2016 James Paixão e Magda
2017 James Paixão e Magda
2018 James Paixão e Magda
2019 James Paixão e Magda

Corte de bateriaEditar

Período Rainha da Bateria Rei da Escola Musa Ref.
2013 Bárbara Costa - Rebecca Pinheiro [8]
2014 Bárbara Costa - -
2015 Bárbara Costa - -
2016 Bárbara Costa Luccas Cavalcante -
2017 Bárbara Costa Luccas Cavalcante Kerolyne Mayara
2018 Hursula Freitas - -
2019 Thay Alves Luccas Cavalcante -
2020 Giani Leite Luccas Cavalcante Jade Eloah
2021 Nádila Serrão Luccas Cavalcante Jade Eloah
2022 Nádila Serrão Luccas Cavalcante Jade Eloah

CarnavaisEditar


Sem Compromisso
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref
1980 2º lugar Bloco carnavalesco Jurupari, O encantado das selvas As Gatas
1981 Campeã Bloco Carnavalesco O mundo encantado das crianças (Vôvô Branco) Celito
1982 Campeã Bloco Carnavalesco Paraíso Tropical
1983 3° lugar Especial Hotel Cassina - Apoteose e Boemia

Compositores: Anibal Beça e Rinaldo Buzaglo

Aroldo Melodia
1984 A agremiação desfilou em Boa Vista-RR
1985 3° lugar Especial Folias de Momo

Compositor: Celito Chaves

Aroldo Melodia
1986 Campeã Especial Joana Galante – O Axé dos Orixás

Compositor: Anibal Beça

Bira Havaí [9]
1987 3° lugar Especial Sol de Feira o Pregão da Alegria

Compositor: Aníbal Beça

Bira Hawaí [10]
1988 3° lugar Especial Mar Doce Mar

Compositores: Cacilda, Cocó, Marquinhos Moran e ala dos compositores

Quinzinho [11]
1989 4° lugar Especial A Hora é Esta Tudo Pode Acontecer

Compositores: Riba e Geraldo Desterro e Silva

Marcos Moram [12]
1990 3º lugar Especial Uso e Costume Popular

Compositores: David Corrêa e Colombo

Agnaldo do Samba [13][14]
1991 Não houve desfile Especial Faz escuro, mas eu canto, porque é preciso

Compositores: Jorge Inácio e Walmir da 14

Agnaldo do Samba [13][10]
1992 3° lugar Especial Patriamata

Compositor: Paulo Onça

Agnaldo do Samba [13]
1993 3° lugar Especial Hoje tem Guarani

Compositores: Aníbal Beça, e Rinaldo Buzaglo

Agnaldo do Samba [13][15]
1994 3° lugar Especial Tempos de Guerra, Sonhos de Paz

Compositores:Aôr, Doka, Agnaldo do Samba, Vílton, Renildo, Daniel Sales e Samuel

Agnaldo do Samba [13][16]
1995 3° lugar Especial A Explosão que veio da Ilha

Compositores: Vílton Roberto, Onércio do Cavaco e Agnaldo do Samba

Agnaldo do Samba [13][17]
1996 6° lugar Especial Isaac Sabah, Gigante Pela Própria Natureza

Compositores: Chico da Silva, Agnaldo do Samba e Paulino Braga

Agnaldo do Samba [13][18]
1997 6° lugar Especial No Tarô da Floresta a Magia Vira Festa

Compositores: Vílton Roberto, Agnaldo do Samba, Daniel Sales, Samuel e Onércio do Cavaco

Agnaldo do Samba [13][19]
1998 6° lugar Especial Voar Um Sonho de Liberdade

Compositores: Agnaldo do Samba, Vílton Roberto, Papaco e Paulino Braga

Agnaldo do Samba [13][20]
1999 3° lugar Especial Aníbal Bom a Beça

Compositores: Aôr, Paulo Onça, Barquinho, Renildo, Samuel e Daniel Sales

Arlindo Júnior [21][22]
2000 6° lugar Especial Com Samba no Pé o Folclore da Olé

Compositores: Paulo Onça, Onércio e Léo da Matinha

Arlindo Júnior e Agnaldo do Samba [13][21][23]
2001 4° lugar Especial Acelerando com Pizzonia

Compositores: Agnaldo do Samba, Rosângela e Onércio

Agnaldo do Samba e Rosângela [24]
2002 Vice-Campeã Especial De Nossa Senhora da Conceição de Mariuá à Barcelos dos Peixes Ornamentais

Compositores: Mário Saúba, Mestre Caby, Miguel Zamba e Marquinho Costa

Cebola Agnaldo do Samba e Rosângela [3][25]
2003 7° lugar Especial Zona Sorte, Zona Norte, Zona Franca, Zona Forte

Compositores: Séfora, Paulino, Agnaldo do Samba, Onércio, Rosângela e Daniel Sales

Agnaldo do Samba [26]
2004 5° lugar Especial Sou da Balada, Descolado, Sou Ficante, Sou Futuro, Sou Jovem, Sou Brilhante

Compositores: Agnaldo do Samba e Paulino Braga

Agnaldo do Samba [27]
2005 6º lugar Especial U.E.A – Universidade Cabocla – Um Sonho que se Tornou Realidade

Compositores: Agnaldo do Samba, Sesinha e Daniel Sales

Agnaldo do Samba [28]
2006 6º lugar Especial Guerreiros do Norte – Jovens Idealistas – Irmãos de Coragem – Guardiões de Justiça

Compositores: Mestre Jymmy, Dominguinhos da Mocidade, Vandinho da Mocidade, Valéria Lima, Onércio e Marinho Saúba

Auzier [29]
2007 6º lugar Especial Os Habitantes da Noite nos Quatro Cantos da Lua

Compositor: Mestre Jimmy

Arlindo Júnior [21][30]
2008 4° lugar Especial 100 Anos da Colonização Japonesa no Brasil

Compositores: Mestre Jymmy Lins, Daniel Sales e Onércio do Cavaco

Arlindo Júnior [21][31]
2009 6º lugar Especial Amor - A Quanto Obrigas, Mas Se Não Viver, Como Sabê-lo?

Compositor: Mingau

Agnaldo do Samba
2010 4º lugar Especial A Visão, o Homem e o Dom Divino de Criar. Dos Espelhos Ardentes de Arquimedes ao Telescópio Hubble

Compositores: Paulino Braga. Miguel Zamba, Agnaldo do Samba, Sezinha, Fabiano Castro, Barquinho, Daniel Sales e Samuel

Agnaldo do Samba
2011 3° lugar Especial Marta Falcão: A Guerreira Amazônida

Compositores: Mestre Jymmy, Arnaldo e Amadeu

Agnaldo do Samba
2012 5º lugar Especial A Saga Árabe no Amazonas - Uma história de vitórias, paz e amor

Compositor: Agnaldo do Samba

Agnaldo do Samba
2013 6º lugar Especial Manaus das Águas Rejeitadas, Amazonas das Águas Cobiçadas

Compositores: Paulino Braga, Onércio Torres, Schinaider, Sandro Romero, Roney Cruz, Jackson, Mestre Jimmy, e Marinho Saúba.

Augusto Maciel Agnaldo do Samba [8]
2014 Campeã Especial Máquinas da Liberdade, que incendeiam os corações: a história da motocicleta, desde Leonardo Da Vinci

Compositores: Paulino Braga, Chico Bezerra

Augusto Maciel Arlindo Júnior [32][6]
2015 6º lugar Especial Lutar sempre, Vencer talvez, Desistir jamais

Compositores: Betinho Filho, Ziza Martins, Altemir Souza, Jair Tapajós, Malheiros Júnior, Wallderez Silva, Orlando Câmara, Silvio Santos, Jorge Goulart e Victor Alves.

Augusto Maciel Arlindo Júnior [33][34]
2016 7º lugar Especial O pão nosso de cada dia, que o diabo amassou e Deus consagrou

Compositores: Sidney Mingau, Paulino Braga, Roney Cruz, Wallderez Silva, Marinho Saúba, Altemir Souza, Sandro Romero

Arlindo Júnior [4]
2017 8° lugar Especial Eu tenho pra vender...Quem quer comprar?

Compositores: Sidney Mingau, Paulino Braga, Roney Cruz, Wallderez Silva, Marinho Saúba, Altemir Souza, Sandro Romero

Luizinho Andrade Gallo
2018 8º lugar Especial Dona Zuzu, Pérola dos Orixás, Convida: Oi Ai-á Vem Ver, Oi Ai-á Vem Cá! Vem Ver Festanca Bonita no Largo do Boulevard Wantuir e Arlindo Júnior
2019 7º lugar Acesso A Força, garra, magia e feitiço. É dia de rock na Sem Compromisso Marcos Bentes Sandro Roberto
2020 4° Lugar Acesso A ROCAM! Servir e Proteger Sob as asas do Tucano, a bravura só Guerreiro Imortal Cândido Mariano Marcos Bentes Sandro Roberto
2021 Inicialmente adiado para o mês de julho, os desfiles do Carnaval 2021 foram cancelados devido a pandemia de Covid-19
2022


Referências

  1. a b c d e f g h Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 185 186 
  2. Sem Compromisso dá início ao Carnaval 2018 contando história de baiana
  3. a b «Reino Unido conquista o bicampeonato no Carnaval 2012 em Manaus». Consultado em 16 de julho de 2012. Arquivado do original em 18 de julho de 2012 
  4. a b «Reino Unido da Liberdade e Aparecida são campeãs do Carnaval em Manaus». Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  5. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 136 
  6. a b c [1]
  7. Escola Sem Compromisso conta a história do pão na avenida
  8. a b c d Marcos Santos (9 de fevereiro de 2013). «Escolas do Grupo Especial desfilam neste sábado (confira as letras e cante os sambas-enrêdos)». Consultado em 29 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2016 
  9. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 147 
  10. a b Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 157 
  11. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 150 
  12. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 154 
  13. a b c d e f g h i j Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 87 
  14. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 156 
  15. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 159 
  16. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 160 
  17. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 161 
  18. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 162 
  19. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 163 
  20. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 165 
  21. a b c d Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 90 
  22. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 166 
  23. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 168 
  24. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 169 
  25. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 170 
  26. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 171 
  27. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 172 
  28. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 174 
  29. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 175 
  30. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 177 
  31. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 179 
  32. [2]
  33. 15/02/2015 - 1h02 Sem Compromisso mostra, no sambódromo, a história das lutas (acessado em 29/11/2016)
  34. Band (13 de fevereiro de 2015). «Grupo Especial do Carnaval desfila sábado». Consultado em 29 de novembro de 2016