Gelo

água congelada
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Gelo (desambiguação).

Gelo (do latim gelus[1]) é o estado sólido da água cristalizada no sistema cristalino hexagonal. [2] Seu aspecto é vítreo e semitransparente. A sua densidade é inferior à da água, ficando em 0,9178 grama por centímetro cúbico. O seu ponto de fusão é de 0 grau Celsius a uma atmosfera de pressão. A mesma massa de água em estado líquido ou em estado sólido tem volumes diferentes, pois, ao passar de um estado para o outro, o volume aumenta cerca de 9 por cento: ao contrário da maioria dos outros sólidos, o gelo, no seu ponto de fusão, apresenta-se mais dilatado do que a sua forma líquida até atingir os 4 graus Celsius.

Seu ponto de formação é usado como valor de referência em termodinâmica.

O gelo tem pelo menos dezessete fases cristalinas conhecidas e três fases amorfas (não cristalinas), que existem em diferentes temperaturas e pressões.[3][4]

A estrutura extremamente aberta das moléculas do gelo faz com que ocupe maior volume - e, por isso, seja menos denso - do que a água .[5]

CaracterísticasEditar

  • Formado, normalmente, a partir de 4°C, transformando de modo gradual a água, que passa de um estado líquido, para um estado sólido;
  • Baixa Temperatura;
  • Baixo nível de agitação de moléculas;
  • Necessidade de constante temperatura para manter o seu estado físico;
  • Sua densidade é inferior que a da água.[carece de fontes?]

EtimologiaEditar

A etimologia é a parte da gramática que trata da história ou origem das palavras e do significado de palavras através da análise dos elementos que as constituem. Sendo assim, gelo se origina do latim"gelus"; era usada tanto para descrever o gelo, o frio intenso e a geada.[carece de fontes?]

A Ação Anestésica e Desinflamatória do GeloEditar

Os sinais que indicam inflamação são: dor, inchaço, vermelhidão, aumento da temperatura do local e diminuição da função (como amplitude de movimento ou força). O gelo nessa situação ajuda a reduzir o inchaço e a dor, além de limitar a extensão da lesão. De uma maneira geral, a compressa feita com gelo é mais indicada em casos de traumatismo provocado por quedas ou pancadas. “A ação anestésica do gelo ajuda a evitar que o inchaço e o hematoma na região. Logo, no processo desinflamatório, o resfriamento com aplicação de gelo é o mais indicado porque causa uma vasoconstrição, que é a diminuição do diâmetro dos vasos, evitando um aumento da inflamação.[carece de fontes?]

A Importância do Gelo para a BiosferaEditar

O gelo é importante para resfriamento do planeta e ele só se sustenta se não há excesso de gases do efeito estufa na atmosfera. Além disso, o congelamento parcial e superficial que se dá nos lagos. Isso ocorre porque a densidade da água é maior aos 4 °C (dilatação anômala da água) e, à medida que a água se aproxima dessa temperatura, ela se desloca para o fundo do oceano ou lago em questão, impedindo que esse congele por inteiro. Se não fosse por isso, a evolução biológica das espécies não ocorreria da forma que aconteceu e provavelmente não estaríamos aqui.[carece de fontes?]

Gelo fundente no Alasca
Bolas de gelo com diâmetro de 5 a 10 centímetros na praia de Stroomi, Tallinn, Estônia.

Ver tambémEditar

Referências

  1. S.A, Priberam Informática. «Consulte o significado / definição de gelo no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o dicionário online de português contemporâneo.». dicionario.priberam.org. Consultado em 24 de setembro de 2019 
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2.ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 843.
  3. Water Structure and Science. Ice phases
  4. Researchers provide a unified explanation of changes in volume of ice. Phys.org, 18 de novembro de 2015.
  5. «Gelo». Porto Editora (em inglês). Infopédia. Consultado em 10 de setembro de 2013 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gelo
  Este artigo sobre um mineral ou mineraloide é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.