Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde Junho de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura por por geodésica no sentido matemático, veja geodésica.

Na teoria da relatividade geral, as geodésicas são as linhas do mundo de uma partícula em queda livre, cuja trajetória no espaço-tempo atenderia uma reta ou seja, uma trajetória livre da ação de forças externas (não gravíticas) e que representam o caminho mais curto entre dois pontos, numa determinada geometria pseudo-riemaniana, da mesma forma que na projeção de Mercator, a relatividade geral é a representação da gravidade não é uma força e sim a deformação geométrica do espaço encurvado pela presença nele de uma terceira dimensão atribuída a movimentação uniforme da massa, ou seja o momento em relação a posição do observador. Por isso, a trajetória orbital de um planeta em volta de uma estrela é a projeção num espaço 3D de uma geodésica da geometria 4D do espaço-tempo em torno da estrela.

De fato, como o planeta não é uma partícula, a sua massa afeta o campo gravitacional em que está inserido. No entanto, desde que a sua massa seja pequena em comparação com a estrela, o seu movimento cobrirá sensivelmente um arco geodésico.

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.