George Macaulay Trevelyan

George M. Trevelyan
George Macaulay Trevelyan by Beresford.jpg
Nascimento 16 de fevereiro de 1876
Stratford-upon-Avon, Warwickshire, Inglaterra
Morte 21 de julho de 1962 (86 anos)
Cambridge, Cambridgeshire, Inglaterra
Nacionalidade Inglês
Ocupação Historiador
Professor

George Macaulay Trevelyan (Stratford-upon-Avon, 16 de fevereiro de 1876 - Cambridge, 21 de julho de 1962) foi um historiador inglês.[1] Trevelyan é considerado por alguns como um dos historiadores britânicos que mais contribuiu para a compreensão da historiografia como uma variante da literatura.[2]

BiografiaEditar

George M. Trevelyan foi o terceiro filho de Sir George Otto Trevelyan, sendo educado em Harrow e no Trinity College, em Cambridge, onde defendeu sua tese em 1898, intitulada A Inglaterra à época de Wiclif.[3] Em sua trajetória acadêmica, o historiador estabeleceu contato com pensadores como Bertrand Russell e Lord Acton.[4] Trevelyan atuou numa época em que a pesquisa histórica em Cambridge estava dominada pelo método crítico de produção historiográfica, sustentado por historiadores como John Bagnell Bury, que sintetizou a perspectiva na frase: "A História é uma ciência, nada mais, nada menos."[2] Contrário a esta visão, Trevelyan abandona Cambridge e continua seus estudos em Londres, retornando apenas em 1927, quando vem a substituir John Bury na cátedra de História Moderna da Universidade de Cambridge.[5][6]

ObrasEditar

  • 1899 - England in the Age of Wycliffe
  • 1922 - British History in the Nineteenth Century (1782-1901)
  • 1926 - History of England
  • 1929 - Must England's Beauty Perish?
  • 1937 - Grey of Fallodon
  • 1949 - An Autobiography and Other Essays
  • 1952 - The Seven Years of William IV

Ver tambémEditar

Referências

  1. Martins 2015, p. 133-137.
  2. a b Martins 2015, p. 133.
  3. Martins 2015, p. 135.
  4. Martins 2015, p. 33.
  5. Martins 2015, p. 134.
  6. Encyclopaedia Britannica 2018.

BibliografiaEditar

  • Martins, Estevão (2015). «George Macaulay Trevelyan (1876-1962)». A História pensada: teoria e método na historiografia europeia do Século XIX. São Paulo: Contexto. ISBN 9788572444682 .
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.