Gerard Kuiper

Gerard Peter Kuiper, batizado como Gerrit Pieter Kuiper (Harenkarspel, 7 de dezembro de 1905Cidade do México, 23 de dezembro de 1973) foi um astrônomo holandês, astrônomo, , autor e professor. Ele tem nome homônimo do cinturão de Kuiper. Kuiper é considerado o pai da ciência planetária moderna.[1]

Gerard Kuiper
Gerard Kuiper em 1964
Cinturão de Kuiper
Nascimento 7 de dezembro de 1905
Harenkarspel
Morte 23 de dezembro de 1973 (68 anos)
Cidade do México
Nacionalidade neerlandês, estadunidense
Cidadania Reino dos Países Baixos, Estados Unidos
Alma mater Universidade de Leiden
Ocupação astrônomo, cartógrafo, professor universitário
Prêmios Prêmio Jules Janssen (1951), Medalha Rittenhouse (1952), Henry Norris Russell Lectureship (1959)
Empregador Universidade do Arizona, Universidade Harvard, Universidade de Chicago, Universidade Livre de Amsterdã
Orientador(es) Ejnar Hertzsprung
Orientado(s) Carl Sagan
Campo(s) astronomia
Causa da morte enfarte agudo do miocárdio

De 1947 a 1949, Kuiper atuou como diretor do Observatório McDonald no oeste do Texas.[2] Em 1949, Kuiper iniciou a pesquisa de asteróides Yerkes-McDonald (1950–1952).

Como professor da Universidade de Chicago, foi orientador de dissertação de Carl Sagan. Em 1958, os dois trabalharam no projeto militar classificado A119, um plano secreto da Força Aérea para detonar uma ogiva nuclear na lua.

DescobertasEditar

Kuiper descobriu dois satélites naturais de planetas no Sistema Solar, a saber, o satélite Miranda de Urano e o satélite Nereida de Netuno. Além disso, ele descobriu dióxido de carbono na atmosfera de Marte e a existência de uma atmosfera com laços de metano acima do satélite de Saturno, Titã, em 1944. Kuiper também foi o pioneiro na observação infravermelha aerotransportada usando uma aeronave Convair 990 na década de 1960.

Kuiper passou a maior parte de sua carreira na Universidade de Chicago, mas mudou-se para Tucson, Arizona, em 1960, para fundar o Laboratório Lunar e Planetário na Universidade do Arizona. Kuiper serviu como diretor do laboratório pelo resto de sua vida. Um dos três prédios do Arizona que compõem a LPL foi batizado em sua homenagem.

Na década de 1950, a colaboração interdisciplinar de Kuiper com o geoquímico e ganhador do Prêmio Nobel Harold C. Urey para entender a evolução térmica da Lua tornou-se amarga, quando os dois se envolveram no que ficou conhecido como a polêmica “Lua Quente Lua Fria”. Seu desentendimento, em parte uma disputa científica, também refletiu o desafio de manter relacionamentos profissionais em disciplinas científicas sobrepostas, mas distintas.[3]

Na década de 1960, Kuiper ajudou a identificar locais de pouso na Lua para o programa Apollo.  Seu trabalho anterior na Lua incluiu o Projeto A119,[4] um plano secreto da Força Aérea para detonar uma ogiva nuclear na Lua.[5] Outro cientista do grupo foi Carl Sagan.[5]

Kuiper descobriu várias estrelas binárias que receberam "números de Kuiper" para identificá-las, como a KUI 79.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. «Solar System Exploration: People: Archive: Gerard Kuiper». web.archive.org. 11 de abril de 2015. Consultado em 23 de dezembro de 2020 
  2. «Milestones | McDonald Observatory». mcdonaldobservatory.org. Consultado em 23 de dezembro de 2020 
  3. Doel, Ronald E. (1996). Solar System Astronomy in America: Communities, patronage, and interdisciplinary science, 1920-1960. New York: Cambridge University Press. ISBN 9780521115681.
  4. Cameras in Ranger VIII were turned on 23 minutes before impact, and the spacecraft transmitted pictures back to earth until it struck the surface and was destroyed. The flight's product would be intensively studied by a panel of noted lunar scientists, among them Gerard P. Kuiper and Ewen A. Whitaker of the University of Arizona and Harold C. Urey of the University of California.     — Brooks & Ertel (1976, p. 75)
  5. a b Ulivi, Paolo (2004). Lunar Exploration: Human pioneers and robotic surveyors. Springer Science & Business Media. p. 20. ISBN 978-1-85233-746-9

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.