Gerardo III de Métis

Gerardo III de Métis foi um nobre francês dos séculos X e XI. Era filho de Ricardo com a filha de nome incerto do marquês Varnacário. [1] Se casou em data incerta com Eva, filha do conde Sigifredo (r. 963–998), com quem gerou uma filha de nome incerto que casar-se-ia com Reginardo, Sigifredo e Ermengarda, a esposa de Armando.[2] Com a morte de Ricardo em 986, o sucedeu como conde.[3] Em carta datada de 1015, o imperador Henrique II (r. 1014–1024) confirmou propriedades do Convento de São Vitono em Verdum e dentre elas havia uma doação do conde.[4] Em 27 de agosto de 1017, seu filho foi capturado pelo duque Godofredo II (r. 1012–1023) quando se encontrou com o duque devido a uma disputa judicial.[5] Em 1020, doou posse ao Mosteiro de Frutuária pela alma de Sigifredo, seu filho.[6] Faleceu em 1022 e foi sucedido por seu irmão Adalberto II.[7]

Gerardo III de Métis
Conde de Métis
Reinado 986-1022
Antecessor(a) Ricardo
Sucessor(a) Adalberto II
 
Morte 1022
Cônjuge Eva de Luxemburgo
Descendência
Casa de Métis (nascimento)
de Ardenas-Luxemburgo (casamento)
Pai Ricardo
Mãe Filha de Varnacário
Religião Cristianismo

Referências

  1. Jackman 2010, p. 45.
  2. Jackman 2010a, p. 39.
  3. Jackman 2010, p. 112.
  4. Bresslau 1903, p. 431.
  5. Tietmar de Merseburgo 2001, p. 352.
  6. Hoffman 1731, p. 138.
  7. Jackman 2010a, p. 45; 112.

BibliografiaEditar

  • Bresslau, Harry; Kehr, Paul (1903). Monumenta Germaniae Historica [MGH]. Diplomata regum et imperatorum Germaniae 5: Heinrici II. et Arduini Diplomata (DH II). Berlim: Weidmann 
  • Hoffman, G. (1731). Nova scriptorum ac monumentorum collectio, Tome I. Lípsia: Biblioteca Sebusiana 
  • Jackman, Donald C. (2010). Archive for Medieval Prosopography Vol. IX. Geldern, Looz, and Public Succession. State College, Pensilvânia: Editions Enlaplage 
  • Jackman, Donald C. (2010a). Archive for Medieval Prosopography Vol. X. Canes palatini: Dynastic Transplantation and the Cult of St. Simeon. State College, Pensilvânia: Editions Enlaplage 
  • Tietmar de Merseburgo (2001). The Chronicon of Thietmar of Merseburg. Traduzido por Warner, D. A. Manchester: Imprensa da Universidade de Manchester