Gileno Osório Wanderley de Azevedo (Natal, 25 de abril de 1949), mais conhecido como Leno, é um cantor, compositor e guitarrista brasileiro.

Leno
Informação geral
Nome completo Gileno Osório Wanderley de Azevedo
Nascimento 25 de abril de 1949 (72 anos)
Local de nascimento
 Brasil
Gênero(s) Rock and Roll
Instrumento(s) Vocais e guitarra
Período em atividade 1965-Atualmente
Gravadora(s) CBS Records
Polydisc
Natal Records (independente)
Afiliação(ões) Lílian Knapp, Raul Seixas, A Bolha e Luís Vagner
Página oficial Leno - site oficial

HistóriaEditar

Começou sua carreira musical durante a Jovem Guarda. Após participação em bandas, foi descoberto por produtores da antiga CBS (atual Sony BMG) e formou com Lílian Knapp a dupla Leno e Lilian, que emplacou sucessos como "Pobre Menina" e "Devolva-me".

Desentendimentos entre a dupla acarretaram em sua separação ainda no período da Jovem Guarda. Porém, antes, Leno já tinha lançado dois trabalhos solo em 1968 e 1969. Além disso, era fornecedor de músicas para diversos artistas da época, principalmente a banda carioca Renato e Seus Blue Caps.

Em 1971, grava o primeiro disco gravado em 8 canais no Brasil, Vida e Obra de Johnny McCartney, que contou com a produção do até então desconhecido compositor baiano Raul Seixas e do cantor e compositor gaúcho Luís Vagner, além da colaboração do letrista Arnaldo Brandão. Porém, na época foi lançado apenas um compacto duplo com quatro canções do álbum, e o álbum completo viria a ser lançado apenas em 1995.

Em 1972, reuniu-se com Lílian e retomaram a dupla, mas sem o brilho de outrora.

Em 1976, lança Meu Nome É Gileno, com músicas próprias (como a regravação de "Grilo City", do disco de 1971) e regravações como "Luar do Sertão" (do poeta Catulo da Paixão Cearense) e "Me Deixe Mudo", do compositor e músico experimentalista Walter Franco.

Nos anos 80, ficou na ativa, lançando alguns discos. Nos anos 90, participou de uma série de homenagens feitas à Jovem Guarda, ao lado de outros grandes nomes do movimento como Jerry Adriani, Wanderléa e sua ex-parceira Lílian, com quem mantém relação amistosa até hoje.

Atualmente, continua dedicado à música, tendo lançado um DVD comemorativo de seus anos de estrada.

DiscografiaEditar

Leno e LilianEditar

EstúdioEditar

  • 1966 - Leno e Lilian
  • 1967 - Não Acredito
  • 1972 - Leno e Lilian
  • 1973 - Leno e Lilian

CompactosEditar

  • 1966 - Devolva-me / Pobre Menina
  • 1967 - Está Pra Nascer / Não Vai Passar
  • 1967 - Coisinha Estúpida / Um Novo Amor Surgirá

Compactos duplos (EP)Editar

  • 1966 - Leno e Lilian
  • 1967 - Leno e Lilian - Vol. II
  • 1967 - Não Acredito
  • 1968 - Não Acredito - Vol. II

ColetâneasEditar

  • 1966 - As 14 Mais - Vol. XVIII (06 "Devolva-me e 13 "Pobre Menina")
  • 1967 - As 14 Mais - Vol. XIX (03 "Está pra Nascer" e 12 "Não Vai Passar")
  • 1967 - As 14 Mais - Vol. XX (03 "Não Acredito" e 12 "Parem Tudo")

Carreira soloEditar

EstúdioEditar

Ao vivoEditar

  • 2000 - Coisas que a Gente Viveu

CompactosEditar

  • 1968 - A Pobreza / Me Deixe em Paz
  • 1970 - A Última Vez que Eu Vi Rozane / É Bom Estar em Natal mais uma Vez
  • 1970 - Sha-la-la / Corina, Corina
  • 1974 - Flores Mortas / Rock Baby Rock
  • 1983 - Quero Amanhecer com Você / Com Muito Prazer
  • 1984 - Rosa de Maio / Sonho Tropical

Compactos duplos (EP)Editar

  • 1971 - Lady Babel / Convite para Ângela / Johnny McCartney / Peguei Uma Apollo

ColetâneasEditar

  • 1988 - O Melhor de Leno 1974-1988
  • 1995 - Aquelas Canções - Antologia 1968-1970

TributosEditar

Grupo Matéria PrimaEditar

  • 1973 - Sessão de Rock

VideografiaEditar

  • 2005 - Jovem Guarda para Sempre com "Pobre Menina", "Veja Se Me Esquece", "Jovem Guarda" e "Era Um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones"

Ver tambémEditar

  • Rock Concert - programa de televisão narrado pelo cantor nos anos 1970.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.