Giorgio Albertazzi

Giorgio Albertazzi
Giorgio Albertazzi nos anos '60
Nome completo Giorgio Albertazzi
Nascimento 20 de agosto de 1923
Fiesole, Itália
Nacionalidade italiano
Morte 28 de maio de 2016 (92 anos)
Roccastrada, Itália
Ocupação ator e roteirista

Giorgio Albertazzi  (Fiesole, 20 de agosto de 1923Roccastrada, 28 de maio de 2016) foi um ator, autor, diretor e roteirista de cinema, de televisão e de teatro italiano.[1]

BiografiaEditar

Quando jovem, Giorgio Albertazzi participou da República de Salò. Depois de 2 anos de prisão por colaborar, é absolvido, liberto em 1947, a partir de então dedicando-se ao teatro.

Inicia sua carreira em 1949, encenando Tróilo e Créssida, de Shakespeare, sob a direção de Luchino Visconti.[1]

Durante toda sua carreira, participou de dezenas de filmes (alguns considerados obras-primas do cinema, como O ano passado em Marienbad, de Alain Resnais[1]). Trabalhou bastante para a televisão, mas sua paixão é o teatro, onde atuou e produziu espetáculos.

Em 2003, torna-se diretor do Teatro de Roma.

Em 2004, o público italiano lhe entrega o Prêmio Gassman como reconhecimento por sua carreira.

Vida privadaEditar

Dizia de si mesmo, de ser "...não crente, como Kafka..."[2]

Namorou por muitos anos a atriz Anna Proclemer.[3]

Morreu em 28 de maio de 2016, aos 92 anos. [4]

Filmografia parcialEditar

  • 1999 : Li chiamarono... briganti! de Pasquale Squitieri
  • 1995 : Même heure, l'année prochaine de Gianfrancesco Lazotti : Lorenzo
  • 1971 : L'Assassinat de Trotsky de Joseph Losey
  • 1968 : Caroline chérie de Denys de La Patellière : Jean Albencet le géologue
  • 1962 : Eva de Joseph Losey : Branco Malloni
  • 1961 : L'Année dernière à Marienbad d'Alain Resnais : L'homme
  • 1957 : Nuits blanches (Le notti bianche) de Luchino Visconti : Le narrateur (voix)
  • 1953 : Le Marchand de Venise de Pierre Billon : Lorenzo
  • 1951 : Le Petit Monde de don Camillo de Julien Duvivier : Don Pietro

Outras imagensEditar

HonraríasEditar

1a classe / Grande-Cruz : Cavaliere di Gran Croce al Merito della Repubblica Italiana (4 975), proposto para o presidente da Republica, 26 de junho 1996[5]
Medaglia ai benemeriti della cultura e dell'arte, 2 de abril 2002[6]

Referências

Ligações externasEditar

  Media relacionados com Category:Giorgio Albertazzi no Wikimedia Commons