Abrir menu principal

Giuseppe Volpi, 1º Conde de Misurata (Veneza, 19 de Novembro de 1877 - Roma, 16 de novembro de 1947)[1] foi um político e empresário italiano que serviu como ministro da economia de Mussolini entre 1925 e 1928.

BiografiaEditar

Conde Volpi ficou conhecido por desenvolver utilitários que trouxeram eletricidade para Veneza, nordeste da Itália, e para os Balcãs por volta de 1903.[2] Entre 1911 e 1912, Volpi agiu como negociador para acabar com a guerra ítalo-turca.[3] Mais tarde, entre 1921 e 1925, tornou-se governador da colônia italiana de Tripolitania, na Líbia.[4]

Após a crise econômica que derrubou o então ministro da economia italiana,Alberto De Stefani, Volpi assumiu em seu lugar e permaneceu no cargo por quase três anos, até 1928. Durante este período, atrelou o valor da lira ao valor de ouro para trazer estabilidade cambial[5] e negociou com sucesso as dívidas contraídas pela Itália durante a Primeira Guerra Mundial com os Estados Unidos[6] e com a Inglaterra.[7] Giuseppe Volpi foi substituído no ministério em julho de 1928 por Antonio Moscini.[8] O conde Giuseppe também foi o fundador do Festival de Veneza. Seu filho é manager da Fórmula 1, Giovanni Volpi.

ReferênciasEditar

  1. «Giuseppe Volpi». Treccani (em italiano). Consultado em 13 de setembro de 2019 
  2. «John Berendt, The City of Fallen Angels». Penguin Books, 2005. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  3. «Volpi's Commission». Time Magazine, November 2, 1925. 2 de novembro de 1925. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  4. «ITALY: Cabinet Changes». Time Magazine, July 20, 1925. 20 de julho de 1925. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  5. «ITALY: Back on Gold». Time Magazine, January 2, 1928. 2 de janeiro de 1928. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  6. «THE CABINET: Italy's Debt». Time Magazine, November 23, 1925. 23 de novembro de 1925. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  7. «Ratified». Time Magazine, November 15, 1926. 15 de fevereiro de 1926. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  8. «ITALY: Volpi Out». Time Magazine, July 16, 1928. 16 de julho de 1928. Consultado em 23 de dezembro de 2010