Gloria Macapagal-Arroyo

política filipina, Ex-presidente das Filipinas

Gloria Macapagal-Arroyo (San Juan, 5 de abril de 1947) é uma política democrata cristã, tendo sido a 14ª presidente das Filipinas.[1][2][3] É a segunda mulher a ocupar o cargo de presidente em seu país, após Corazón Aquino. Gloria Macapagal-Arroyo é filha do ex-presidente Diosdado Macapagal.[3]

Gloria Arroyo
14Presidente das Filipinas
Período 20 de janeiro de 2001
a 30 de junho de 2010
Antecessor(a) Joseph Estrada
Sucessor(a) Noynoy Aquino
Dados pessoais
Nascimento 5 de abril de 1947 (75 anos)
San Juan
Partido Lakas
Religião Catolicismo
Assinatura Assinatura de Gloria Macapagal-Arroyo

Arroyo chegou à presidência pela Revolução EDSA II, ocorrida após graves acusações de corrupção generalizada no governo de seu antecessor, Joseph Estrada. Em 2004, Arroyo foi regularmente eleita presidente, derrotando o ator Fernando Poe, Jr., que faleceu pouco tempo depois.

Em 2005, Arroyo foi apontada como a quarta mulher mais poderosa do mundo pela revista Forbes.

Referências

  1. Nohlen, Dieter; Grotz, Florian; Hartmann, Christof (2001). Elections in Asia and the Pacific : A Data Handbook: South East Asia, East Asia, and the South Pacific (em inglês). II. Oxford: OUP Oxford. p. 233 
  2. Borgh, Chris van der (2014). NGOs under Pressure in Partial Democracies (em inglês). Berlim: Springer. p. 76. ISBN 9781137312846 
  3. a b East, Roger; Thomas, Richard J. (2014). Profiles of People in Power: The World's Government Leaders (em inglês). Abingdon-on-Thames: Routledge. p. 436 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Gloria Macapagal-Arroyo

Precedido por
Joseph Estrada
Presidente das Filipinas
2001 - 2010
Sucedido por
Noynoy Aquino