Noynoy Aquino

Benigno Simeon "Noynoy" Cojuangco Aquino III (Manila, 8 de fevereiro de 196024 de junho de 2021) foi um político filipino que serviu como 15.º presidente das Filipinas, no período de 2010 até 2016.[1][2] Eleito para o Senado das Filipinas com a sexta maior votação em 2007, ele fora, de 1998 a 2007, membro da Câmara de Representantes pelo Segundo Distrito de Tarlac.

Benigno Aquino III
15.º Presidente das Filipinas
Período 30 de junho de 2010
a 30 de junho de 2016
Vice-presidente Jejomar Binay
Antecessor(a) Gloria Macapagal-Arroyo
Sucessor(a) Rodrigo Duterte
Senador das Filipinas
Período 30 de junho de 2007
a 30 de junho de 2010
Dados pessoais
Nome completo Benigno Simeon Cojuangco Aquino III
Nascimento 8 de fevereiro de 1960
Manila, Filipinas
Morte 24 de junho de 2021 (61 anos)
Cidade Quezon, Filipinas
Alma mater Universidade Ateneo de Manila
Partido Liberal
Religião Católico
Profissão Político
Assinatura Assinatura de Noynoy Aquino

Os dois lados da família de Noynoy Aquino são ligados à política das Filipinas: ele é filho de Benigno Aquino, histórico líder da oposição democrática contra a ditadura de Ferdinand Marcos, e de Corazón Aquino, que foi a primeira presidente das Filipinas, após a ditadura de Ferdinando Marcos. É o único homem de cinco irmãos. Tanto sua família paterna, os Aquino, como a materna, os Cojuangco, ambas são as principais dinastias políticas do país, sendo donos dos maiores conglomerados do país. Seus avós também ocuparam diversos cargos eletivos.

Noynoy disputou as eleições presidenciais de 2010, vindo a vencer o pleito com 42,08% dos votos. Na campanha, Aquino projetou uma imagem fortemente baseada no legado de sua família de combate à corrupção e à pobreza extrema.[3] Noynoy assumiu a Presidência em 30 de junho de 2010. Ele é formado em Economia pelo Ateneo de Manila e é membro do Partido Liberal.[4] Durante seu mandato, ele foi um dos principais críticos ao redor do mundo, do governo.[5]

Aquino morreu em 24 de junho de 2021, aos 61 anos de idade.[6]

Referências

Ligações externasEditar