Gomes Gonçalves da Costa (I)

D. Gomes Gonçalves da Costa (1315 -?) foi um rico-homem medieval do Reino de Portugal e detentor do senhorio da Quinta da Costa, localidade próxima a Nossa Senhora da Costa junto à freguesia portuguesa de Mancelos no concelho de Amarante[1][2]. Foi igualmente senhor do couto de Mancelos, então em Santa Cruz de Riba Tâmega (hoje Amarante), onde fundou uma Domus Fortis e uma capela sob a invocação de Nossa Senhora da Costa.[carece de fontes?]

D. Gomes Gonçalves da Costa
Brasão de Armas da família Costa.
Nascimento 1315
Portugal
Nacionalidade Portugal Portugal
Ocupação Foi um Cavaleiro e militar medieval português e detentor do senhorio da Quinta da Costa.

Relações familiaresEditar

Foi filho de Gonçalo da Costa (c. 1290 -?), Rico-Homem da Casa do rei D. Afonso Henriques (Guimarães ou Viseu, 1109(?) — Coimbra, 6 de dezembro de 1185) e pai de outro Gonçalo da Costa, nascido cerca de 1340[2][1].

Referências

  1. a b Gayo, Manuel José da Costa Felgueiras, Nobiliário de Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. IV-pág. 629 (Costas).
  2. a b António de Mattos e Silva, Anuário da Nobreza de Portugal - 2006, Dislivro Histórica, 1ª Edição, Lisboa, 2006. Tomo III-pg. 582.
  Este artigo sobre figuras históricas de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.