Abrir menu principal
Grazzi Brasil
Informações pessoais
Nome completo Graziele Raquel da Silva Santos
Data de nasc. 12 de agosto de 1987 (32 anos)
Local de nasc. São Paulo, Brasil
Grito de guerra Simbora, (nome da escola)!
Informações profissionais
Escola atual São Clemente
Escolas de samba
Anos Escolas
2017
2018-2019
2018-2019
2020 -
Vai-Vai (apoio)
Vai-Vai
Paraíso do Tuiuti
São Clemente
Última atualização: sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Graziele Raquel da Silva Santos, conhecida como Grazzi Brasil (São Paulo, 12 de agosto de 1987), é uma cantora, sambista e intérprete de samba-enredo brasileira.[1] Atualmente é a intérprete oficial da São Clemente.[2]

CarreiraEditar

Cantora desde os 13 anos, inspirada em Elis Regina e Clara Nunes, tem o Samba e a MPB como seus gêneros favoritos. Participou de programas de calouros como o Astros, do SBT, e Ídolos, da Record. Mais recentemente, ela participou do The Voice Brasil, na Rede Globo[1][3] Também fez parte do elenco do musical “Cartola – O Mundo é Um Moinho” e foi backing vocal do grupo Pixote, da cantora Quelynah e da banda Sambasonics.

Grazzi ganhou notoriedade no meio carnavalesco em meados de 2016, quando defendeu o samba vencedor da Vai-Vai para o carnaval de 2017 nas eliminatórias da escola. Após a disputa, foi convidada pelo Vai-Vai a gravar uma participação na faixa da escola no CD do Grupo Especial de São Paulo, dividindo-a com Wander Pires, e a integrar o carro de som da Escola do Povo, sendo apontada pela crítica especializada como a revelação do carnaval paulistano no ano. Sua estreia como intérprete oficial ocorreu no carnaval de 2018, quando tornou-se a primeira mulher a puxar o samba-enredo da Vai-Vai na história da escola, ao lado de Gilsinho.[4] No mesmo ano, no carnaval carioca, defendeu o samba da Paraíso do Tuiuti ao lado de Celsinho Mody e Nino do Milênio, escola que conquistaria o vice-campeonato naquele ano com o enredo "Meu Deus, Meu Deus, está extinta a escravidão?”[3] Em 2019, novamente fez história ao comandar sozinha o carro de som como interprete oficial, novamente pelo Vai-Vai.[4] Após o carnaval de 2019, anunciou sua saída do Tuiuti e do Vai-Vai. Posteriormente foi contratada pela São Clemente para o carnaval de 2020, quando será intérprete oficial ao lado de Leozinho Nunes e Bruno Ribas.[2]

DiscografiaEditar

  • 2012 - Nas cordas de um cavaquinho
  • 2013 - Samba Popular Brasileiro

PrêmiosEditar

  • Prêmio Srzd-Carnaval SP - 2017 (Revelação)
  • Prêmio Srzd-Carnaval SP - 2018 (Melhor Ala Musical - Vai-Vai)
  • Estrela do Carnaval - 2018 (Revelação - com Celsinho Mody)
  • Troféu Sambario - 2018 (Revelação)
  • Troféu Plumas e Paetês - 2019 (Melhor Intérprete - com Celsinho Mody)

Referências

  1. a b «Entrevista com a cantora Grazzi Brasil». Revista Raça. 16 de outubro de 2016 
  2. a b «Grazzi Brasil é a nova intérprete da São Clemente». SRZD Carnaval. 20 de maio de 2019 
  3. a b «Única mulher intérprete no Carnaval de SP, Grazzi Brasil aprendeu "na raça"». UOL. 11 de janeiro de 2018 
  4. a b Peres, Thalita (5 de fevereiro de 2019). «Mulheres no Samba: Grazzi Brasil é a única intérprete solo do Carnaval» 
  Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.