Grupo Paulo Pimentel

O Grupo Paulo Pimentel (GPP) foi um conglomerado paranaense com sede na cidade de Curitiba e pertencente ao empresário e político Paulo Pimentel.

Veículos de comunicaçãoEditar

Emissoras de TVEditar

Até o fim de 2007 o Grupo era dono de quatro emissoras de TV no Paraná, afiliadas ao Sistema Brasileiro de Televisão (SBT): TV Iguaçu (Curitiba), TV Tibagi (Apucarana), TV Cidade (Londrina) e TV Naipi (Foz do Iguaçu). Neste ano, as emissoras foram vendidas por R$ 70 milhões para o apresentador de televisão e empresário Carlos Massa, o "Ratinho", em parceria com Silvio Santos.[1] Os motivos da venda das emissoras seriam, principalmente, a crise financeira, a qual o grupo tinha passado em 2006, acumulando dividas superiores a casa dos R$ 25 milhões.[2][3]

Jornais impressosEditar

Em dezembro de 2011 o grupo vendeu os dois veículos de comunicação impressos, o O Estado do Paraná e a Tribuna do Paraná, além do portal de notícias na internet Paraná Online, para o GRPCOM, controlador da RPC TV, afiliada à Rede Globo.[4]

Referências

  1. Vermelho (3 de setembro de 2007). «Por 70 milhões, Ratinho e SBT compram retransmissoras no PR». Consultado em 14 de março de 2021 
  2. Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (17 de setembro de 2007). «Carlos Massa paga R$ 70 mihões por retransmissoras de TV no Paraná». Consultado em 14 de março de 2021 
  3. Revista Piauí (13 de dezembro de 2017). «Ex-amigo de Lula, o apresentador Ratinho apela à onda antipetista para fazer de Ratinho Junior governador do Paraná». Consultado em 14 de março de 2021 
  4. O Estado de São Paulo (14 de dezembro de 2011). «Gazeta do Povo compra a Tribuna do Parana». Consultado em 14 de março de 2021