Guaxupé

município no estado de Minas Gerais, no Brasil
Disambig grey.svg Nota: Para o rio de mesmo nome, veja Rio Guaxupé.
Disambig grey.svg Nota: Para o clube de mesmo nome, veja Sociedade Esportiva Guaxupé.

Guaxupé é um município do estado de Minas Gerais, no Brasil. Está localizado na Região Imediata de Guaxupé e na Região Intermediária de Varginha. A área é de 286,398 km². Sua população em 2021 foi estimada em 52 234 habitantes e a densidade demográfica era de 182,4 habitantes por quilômetro quadrado.[2]

Guaxupé
  Município do Brasil  
Catedral de Nossa Senhora das Dores
Catedral de Nossa Senhora das Dores
Símbolos
Brasão de armas de Guaxupé
Brasão de armas
Hino
Gentílico guaxupeano
Localização
Localização de Guaxupé em Minas Gerais
Localização de Guaxupé em Minas Gerais
Guaxupé está localizado em: Brasil
Guaxupé
Localização de Guaxupé no Brasil
Map
Mapa de Guaxupé
Coordenadas 21° 18' 18" S 46° 42' 46" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes São Pedro da União(N), Juruaia, Muzambinho(L), Tapiratiba(S) e Guaranésia(O).
Distância até a capital 478 km
História
Fundação 1 de junho de 1912 (110 anos)
Administração
Prefeito(a) Heber Hamilton Quintella (PSDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 286,398 km²
População total (estimativa IBGE/2021[2]) 52 234 hab.
Densidade 182,4 hab./km²
Clima tropical de altitude
Altitude 760 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 37800-000 a 37804-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,751 alto
PIB (IBGE/2015[4]) R$ 2 084 701,33 mil
PIB per capita (IBGE/2015[4]) R$ 40 159,14
Sítio www.guaxupe.mg.gov.br (Prefeitura)
www.camaraguaxupe.mg.gov.br (Câmara)

HistóriaEditar

Em 30 de maio de 1853, a Lei Estadual nº 623 eleva à categoria de Distrito de Paz o Curato de Nossa Senhora das Dores do Guaxupé, naquele então parte do termo da Vila de Jacuí.[5]

Em 30 de agosto de 1911, a Lei Estadual nº 556,[6] que dispunha sobre a organização territorial do estado, determina a criação de um novo município sobre o território da antiga freguesia. Desmembra pois, o distrito de Guaxupé do município de Muzambinho, e eleva sua sede à categoria de vila, que passa a se denominar Vila de Guaxupé.

O município de Guaxupé foi instalado solenemente em 1º de junho de 1912 , data em que se comemora.[7]

Em 18 de setembro de 1915, a Lei Estadual n.º 663 eleva a Vila de Guaxupé à categoria de cidade.[8]

TopônimoEditar

Não há um consenso sobre o significado do termo "Guaxupé". Comumente, considera-se que o termo é de origem indígena, significando "caminho das abelhas".[9] Outra etimologia possível é "caminho de guaxe", através da junção dos termos tupis waxi ("guaxe")[10] e ("caminho").[11] "Guaxupé" (do tupi gwa + xu pé) também é o nome de um tipo de abelha selvagem sem ferrão.[12]

EconomiaEditar

Estrutura econômica
Número de Agências Bancárias 7
Operações de crédito R$ 164.684.503,39
Depósitos à vista - governo R$ 1.290.822,01
Depósitos à vista - privado R$ 17.341.355,73
Poupança R$ 57.217.810,54
Depósito a prazo R$ 56.632.505,67
Fonte: Banco Central - Registros administrativos - 2006
Índice de Desenvolvimento Humano - Municipal
1991 2000
IDHM 0,739 0,796
IDHM-Renda 0,683 0,725
IDHM-Longevidade 0,758 0,811
IDHM-Educação 0,775 0,852
Fonte: PNUD, 2000.[13]

AgropecuáriaEditar

A economia de Guaxupé é baseada na atividade agrícola. A cidade possui mais de 200 propriedades rurais[carece de fontes?], sendo que o café é o principal produto de cultivo, ocupando cerca de 6500 hectares para sua produção (Federação da Agricultura de Minas Gerais, 2004).

A produção do café foi e é tão importante que, como conseqüência, Guaxupé conta com uma imensa Cooperativa de Cafeicultores (Cooxupé). Além da Cooxupé, podemos destacar a Exportadora de Café Guaxupé , que exporta o produto para vários países.

As famílias Magalhães Gomes, Nasser, Gamero, Gonçalves, Ribeiro do Vale, Costa Monteiro, entre outras, disponibilizaram capital para iniciar a cooperativa.[carece de fontes?]

Guaxupé possui criação de gado bovino leiteiro, além de rebanhos suínos, equinos e galináceos.

No município existe além do café, a produção de cana-de-açúcar, laranja, milho e soja

IndústriaEditar

Guaxupé conta com quatro indústrias de grande Porte: TextilNova Fiação Ltda.(Sucessora da KDB e Kanebo do Brasil); PEMG ;TECTER (eletro-magnéticos); Pasqua J.F. e Qualifio (indústrias de fios de cobre). Encontram-se instaladas também cerca de mais de 150 pequenas indústrias que atendem a vários setores, tais como: laticínios, doces, serralheria, pré-moldados de cimento, calçados de variados tipos (calçados de proteção individual - EPI , botinas e calçados femininos (este lidera o setor, com cerca de 97 estabelecimentos), munição, fios cirúrgicos, confecções, artesanatos diversos, cerâmica, móveis, torrefação de café etc. A Viação Nasser, da família de políticos Nasser, também é um exemplo de empresa guaxupeana.

ComércioEditar

O comércio é bastante ativo, devido a atração que exerce sobre as cidades vizinhas, o que lhe dá o "status" de cidade centro local. A atividade comercial é exercida por mais de 2.400 estabelecimentos comerciais, de todos os portes, os quais atendem a todos os setores da vida humana. Fundada por Jamil Nasser, político e amigo de Tancredo Neves, e por outros homens importantes da cidade, a ACIG - Associação Comércio e Indústria de Guaxupé - ajudou Guaxupé a ser uma das maiores economias do sul mineiro.

Renda e distribuição de rendaEditar

  • Renda per capita: R$
  • Produto Interno Bruto em 2004: R$ 310.219.000
  • PIB per capta em 2016: R$ 35.509,33
Fonte: IBGE

SaúdeEditar

  • Taxa de mortalidade infantil: 22,19 em 1000 nascimentos (2017)
  • Estabelecimentos de Saúde público: 15 (2009)
  • Estabelecimentos de Saúde privado: 12 (2 sem fins lucrativos)
  • Leitos hospitalares: 100
  • Postos de Saúde:
  • Médicos residentes (por mil habitantes):1,26 Fonte: IPEA, IPEAdata,2000.[14]
  • Enfermeiros residentes: 34,63 Fonte: IPEA, IPEAdata,2000.[14]

Fonte: IBGE - Assistência Médica Sanitária 2005

ReligiãoEditar

  • População por religião
% População por religião
Católicos 76,99%
Evangélicos 14,96%
Espíritas 2,81%
Testemunhas de Jeová 0,70%
Sem religião 3,69 %
Outras 0,85%

Fonte: IBGE, 2010.[15]

  • As religiões protestantes estão em franco crescimento, ao lado de minorias como espíritas e ateus.
  • A cidade é sede da Diocese de Guaxupé e possui um templo católico de destaque arquitetônico Catedral de Nossa Senhora das Dores. A padroeira católico-romana da cidade é Nossa Senhora das Dores, cujo dia é comemorado como feriado municipal, 15 de Setembro.
  • Primeira Igreja Batista em Guaxupé
  • Igreja Pentecostal Deus é Amor
  • Congregação Cristã no Brasil
  • Igreja Batista Nova Vida - Sede regional em Poços de Caldas
  • Igreja Adventista do Sétimo Dia (Central, Vila Campanha, Jardim Vitória e Jardim Rosana)
  • Igreja Ortodoxa Antioquina Santo Elias Profeta (o segundo templo ortodoxo do Brasil)
  • Comunidade Cristã ARCA
  • Igreja Pentecostal Evangélica Casa do Pai

Meios de ComunicaçãoEditar

Emissoras de rádio e televisãoEditar

Rádio FM Frequência Programação
Rádio Cidade Guaxupé FM 105,5 MHz Comercial / Variada
Rádio Clube Guaxupé FM 106,5 MHz Comercial / Variada
Rádio Comunitária 87 FM de Guaxupé 87,9 MHz Comunitária / MPB
TV Canal Programação
Tv Sul Educativa 04 VHF Educativa
EPTV Sul de Minas (Rede Globo) 08 VHF Variada
Rede Mais (Redord TV) 05 VHF Variada
TV Alterosa (SBT) 11 VHF Variada
Band Minas 13 VHF Variada
Rede Vida 33 UHF Religiosa
TV Canção Nova 58 UHF Religiosa

Jornais, Revistas e InternetEditar

Nome Frequência da publicação Tipo
Jornal JOGO SÉRIO Diário Virtual
Correio do Sudoeste Semanal Impresso
Jornal da Região Semanal Impresso
Portal da Cidade Guaxupé Diário Virtual
Revista Mídia Mensal Impresso
Magaiver TV Diário Virtual

Esporte e lazerEditar

  • Estádio

Possui um estádio de futebol (Estádio Carlos Costa Monteiro) com capacidade para seis mil pessoas. Foi inaugurado em 1958. É atualmente o estádio da Sociedade Esportiva Guaxupé.[16]

  • Ginásio
  • Campus olímpico
  • Clubes

BairrosEditar

Jardim Agenor de Lima, Colméia I e II, Condomínio Residencial Alto da Colina, Residencial Colina, Jardim Nova Guaxupé, Jardim Orminda I e II, Bairro São Pedro (Catetos), Jardim Planalto, Jardim Três Rosas, Parque das Orquídeas, Nova Orquídea, Bairro Nossa Senhora das Dores, Recreio dos Bandeirantes, Jardim São Vicente, Vila Isabel, Vila Campanha, Vila Coragem, Vila Rica, Jardim Novo Horizonte, Vila Carloni, Jardim Recreio, Jardim Vitória I e II, Jardim Rosana, Bairro Rancho Alegre, Parque dos Municípios I e II, Vila Progresso, Vila Santa Bárbara, Jardim Regulador, Jardim Guaxupé, Parque dos Imigrantes, Vila Santo Antônio, Parque das Rosas, Jardim dos Ipês, Morada do Sol, Vila Conceição, Jardim América I e II, Jardim Europa I e II, Jardim Santa Cruz, Vila São Domingos, Bairro São Judas Tadeu, Bairro Bebedouro, Vila Mesiara, Jardim Piscina, Jardim Itália, Jardim Lepiane, Parque da Figueira, Bellavilla, Vila Magalhães, Jardim Aviação, Jardim Dom Hermínio, Vila Aviação, Vila Prado, Jardim Primavera, Jardim Recanto dos Pássaros, Portal dos Nobres, Residencial Chico Zerbini, Residencial Nova Floresta I e II, Chácaras Flor do Estado, Chácaras Mirante, Chácaras Bom Jardim, Chácaras Recreio Campestre, Polo Industrial de Guaxupé, Distrito Industrial Luiz Celani Primo, Jardim Ouro Verde, Bairro Bela Vista, Residencial Aroeira I, II e III, Parque do Lago, Monte Verde, Residencial Planalto I.

Patrimônio HistóricoEditar

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. a b c «Guaxupé». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 10 de janeiro de 2023 
  3. «Ranking IDHM Municípios 2010». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2013. Consultado em 11 de junho de 2015 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2015». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 20 mar. 2018 
  5. «Lei nº 623, de 30 de maio de 1853 - 623/53 :: Legislação::Lei 623/1853 (Estadual - Minas Gerais) ::». www.lexml.gov.br. Consultado em 10 de janeiro de 2023 
  6. «Lei Ordinária 556 1911 de Minas Gerais MG». leisestaduais.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2023 
  7. «Origens de Guaxupé». Prefeitura Municipal de Guaxupé. Consultado em 10 de janeiro de 2023 
  8. Art. 20 da Lei Estadual n.º 663, de 18-09-1915.
  9. «Título ainda não informado (favor adicionar)». www.guaxupe.mg.gov.br. Consultado em 9 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 31 de julho de 2013 
  10. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.875
  11. «Título ainda não informado (favor adicionar)». www.fflch.usp.br 
  12. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.876
  13. PNUD. «Tabelas de ranking do IDH-M». Consultado em 8 de dezembro de 2007 
  14. a b IPEA. «IPEAdata». Consultado em 8 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 24 de maio de 2009 
  15. «Amostra de Religião para Guaxupé». IBGE. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  16. «World Stadiums». Consultado em 23 de junho de 2008. Arquivado do original em 21 de novembro de 2012 

Ligações externasEditar