Hanabiramochi


Hanabiramochi
Categoria Wagashi
País Japão
Ingrediente(s)
principal(is)
mochi, bardana
Receitas: Hanabiramochi   Multimédia: Hanabiramochi

Hanabiramochi (葩餅) é um doce japonês (wagashi), normalmente consumido no início do ano. Hanabiramochi também são servidos na primeira cerimônia do chá do ano novo.

OrigemEditar

O nome "hanabiramochi" significa, literalmente, "mochi de pétala de flor". O hanabiramochi original era chamado de hishihanabira, uma sobremesa que era tradicionalmente comido pela família imperial em eventos especiais, geralmente coincidindo com o início do ano. [1]

Hanabiramochi foi feito pela primeira vez na Era Meiji, e se tornou um wagashi comum em cerimônias de ano novo. Durante a cerimônia, conhecida como Hagatame no gi (歯固めの儀? lit. endurecimento dos dentes), comia-se um hanabiramochi contendo carne de porco, bardana, ayu (espécie de peixe típica da Ásia, Plecoglossus altiveis), rabanete e cabaça, em um gesto simbólico para endurecer os dentes e assim aumentar a longevidade daquele que ingeria a comida.[2] A cerimônia ainda é praticada no Japão, não necessariamente se comendo o hanabiramochi, mas castanhas, raiz de bardana e bolos de arroz com ingredientes duros no interior.[3]

FormaEditar

A forma exata de hanabiramochi é estritamente definido pela tradição. A cobertura de mochi é achatada e redonda, dobrada de modo a formar um semicírculo, e deve ter uma cor rosada transparecendo no centro e esvaindo para o branco nas bordas. Ao contrário do daifuku, o mochi não deve selar completamente o interior do doce. [4]

Dentro da cobertura de mochi, o hanabiramochi tem uma camada de anko, uma pasta doce de feijão, comumente uma branca feita a partir de feijão mungo. Então, no centro do doce, se coloca uma tira fina de gobo (bardana) adocicada, que sai de ambos os lados do mochi como uma protuberância. [5]

Significado e simbolismoEditar

Cada elemento do hanabiramochi é significativo: a cor rosada aparecendo através do mochi branco não é somente apropriada para a celebração do ano novo (já que no Japão a combinação de vermelho e branco é utilizada em celebrações), mas também evoca a flor da ameixeira-japonesa (ume), que por sua vez representa a pureza, a perseverança e a renovação associados com o Ano Novo. [6] O peixe ayu, usado na versão original (hisihanabira) do wagashi, representava longevidade e prosperidade.[7]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. Hirotaka., Mashimo,; 弘孝, 真下, (2009). Dōnatsu no ana : Tabemono no katachi no himitsu. Tōkyō: Oozorashuppan. ISBN 9784903175218. OCLC 676137182 
  2. «Wagashi Calendar: Hanabiramochi in January – Japan Info». Japan Info (em inglês) 
  3. 第三版,日本大百科全書(ニッポニカ),世界大百科事典内言及, ブリタニカ国際大百科事典 小項目事典,デジタル大辞泉,百科事典マイペディア,世界大百科事典 第2版,大辞林. «歯固め(はがため)とは - コトバンク». コトバンク (em japonês). Consultado em 10 de novembro de 2017 
  4. «花弁餅/葩餅 はなびらもち». Kotobank. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  5. Nakamura, Kōya (1990). 和菓子の系譜. [S.l.]: Kokusho Kankōkai. 279 páginas 
  6. Okuyama, Masurō (2013). 和菓子の辞典. [S.l.]: 東京堂出版. 428 páginas 
  7. «Wagashi Calendar: Hanabiramochi in January – Japan Info». Japan Info (em inglês)