Hans Kirk

Hans Kirk (Hadsund, 11 de Janeiro de 1898 - Copenhaga, 16 de Junho de de 1962) foi um escritor dinamarquês.[1]

Hans Kirk
Nascimento 11 de janeiro de 1898
Hadsund
Morte 16 de junho de 1962 (64 anos)
Copenhaga
Sepultamento Ordrup Cemetery
Nacionalidade Dinamarquês
Cidadania Dinamarca
Ocupação escritor
Prêmios
  • Bangs literary award
Religião ateísmo

EstiloEditar

Seu é conhecido por expressões de pontuação sutil. O que mais se nota é a falta de aspas, uma prática que esconde a presença do narrador direto. Os traços longos são usados para marcar uma mudança de tempo e a organização de seus romances não usa os títulos dos capítulos; sómente espaços em branco entre os parágrafos.

Os seus romances estão inseridos na linha do realismo social.

  • Os Pescadores (1932)
  • Os Jornaleiros (1936)
  • Filho da Ira (1950)
  • Sombras chinesas (1953)

BibliografíaEditar

Referências

  1. Kirkebog 1892-1898, Visborg sogn, Hindsted herred, Ålborg amt, side 44, AO-opslag 46

Ligações externasEditar

  Media relacionados com Category:Hans Kirk no Wikimedia Commons