Herculine Barbin

Herculine Barbin
Nascimento 8 de novembro de 1838
Saint-Jean-d'Angély
Morte 13 de março de 1868 (29 anos)
Paris, Quartier Latin
Cidadania França
Ocupação escritor
Causa da morte asfixia

Adélaïde Herculine Barbin (Saint-Jean-d'Angély, 8 de novembro de 1838Paris, 1868) foi uma pessoa intersexo francesa atribuída como do sexo feminino ao nascer.[1]

Estudou em colégio de freiras mas aos ao fazer uma consulta médica, diagnosticou-se que ela tinha características sexuais intersexo.[1] Retificado judicialmente seu assento de nascimento, passou então a chamar-se Abel Barbin, mas em 1868 cometeu o suicídio.[1] O caso é muito conhecido devido ao diário que escreveu durante sua vida e principalmente depois que Michel Foucault estudou o seu caso e republicou seu diário.[1]

Referências

  1. a b c d Foucault, Michel (2013). Herculine Barbin (em inglês). Nova Iorque: Knopf Doubleday Publishing Group. pp. xiv, 119–123. ISBN 978-0-307-83309-9 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.