Hexen II

vídeojogo de 1997
Hexen II
Desenvolvedora(s) Raven Software
Publicadora(s) Id Software
Distribuidora(s) Activision
Compositor(es) Kevin Schilder
Motor Versão Modificada da Quake Engine
Plataforma(s) Apple Macintosh, Microsoft Windows
Lançamento 31 de agosto de 1997
Gênero(s) Fantasia sombria, Tiro em Primeira Pessoa
Modos de jogo Single-Player, Multiplayer
Hexen

Hexen II é um jogo de fantasia sombria e tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Raven Software entre 1996 e 1997, publicado pela Id Software e distribuído pela Activision. É o terceiro jogo da franquia Hexen/Heretic, e o último da trilogia "Serpent Riders" (Cavaleiros da Serpente). Em 3 de Agosto de 2007, o jogo começou a ser vendido no Steam.[1] Usando uma versão modificada da Quake engine, o jogo pode ser jogado tanto no modo single-player quanto multiplayer, e em ambos os modos podem ser escolhidos 4 tipos de classes de personagens, cada uma com habilidades diferentes.

Melhorias em relação ao Hexen e Quake incluem ambientes destrutíveis, armas montadas e habilidades únicas dependendo do nível. Como seu antecessor, Hexen II também inclui o "Hub System". Esse sistema conecta fases entre si, permitindo que alterações feitas em uma fase tenham efeitos em outras.

JogabilidadeEditar

A jogabilidade é similar ao predecessor. Entretanto, no lugar de três classes, Hexen II contém quatro: Paladino, Cruzado, Assassino e Necromante, cada uma com suas próprias armas e estilo de jogo únicos.[2]

Hexen II também contém elementos de role-playing game, e cada personagem tem uma série de estatísticas que crescem em conjunto com os pontos de experiência, aumentando o poder do personagem.[3]

DesenvolvimentoEditar

Originalmente planejado para ser o último jogo de uma trilogia, o sucessor de Hexen foi inicialmente chamado Hecatomb, mas o nome foi abandonado depois que John Romero saiu da id Software em 1996. A Activision pressionou a Raven Software para dividir o desenvolvimento de Hecatomb em dois jogos diferentes, Hexen II e Heretic II. A Activision achou que os jogos predecessores, Heretic e Hexen, foram diferentes o suficiente um do outro para que pudessem ser tratados como entidades diferentes no futuro, ao invés de um jogo único. Poucas ideias de Romero para Hecatomb acabaram sendo implementadas em Hexen II e Heretic II.[4]

Hexen II foi desenvolvido em uma versão modificada da Quake engine,[2] e utiliza OpenGL para aceleração 3D. Boa parte da música do jogo é um remix das soundtracks de Hexen e Heretic.

A Activision adquiriu os direitos de publicar versões do jogo para o PlayStation e Sega Saturn,[2][5][6] mas ambos os ports não chegaram a ser lançados.

Código fonteEditar

Seguindo a tradição de Heretic e Hexen, a Raven Software liberou o código fonte da engine de Hexen II em 10 de novembro de 2000. O código foi liberado sob licença GNU, permitindo que ports fossem feitos para diferentes plataformas, como Linux e Dreamcast.[7]

Portal of PraevusEditar

Um pacote de expansão chamado Hexen II Mission Pack: Portal of Praevus foi lançado em 1 de abril de 1998, contendo novas fases, inimigos e uma nova classe de personagem, a Demoness.[8]

RecepçãoEditar

 Recepção
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings 84.25% (Hexen II)[9]
65.25% (Portal of Praevus)[10]

Por causa da popularidade do Hexen, o jogo foi muito antecipado. Após seu lançamento, Hexen II recebeu críticas mistas, com algumas positivas. A Edge o elogiou por ser diferente dos demais jogos desenvolvidos com a engine Quake, destacando as fases interativas, variedade de inimigos, e inteligência artificial dos inimigos.[11] The magazine also credited the game's diversity of weapons and spells for offering different combat strategies.[11]

De acordo com Erik Bethke, Hexen II não foi em sucedido comercialmente, vendendo pouco mais de 30 mil unidades.[12]

Ver tambémEditar

Referências

  1. John Keefer. «Legendary id Software games now on Steam» (em inglês). GameSpy. Consultado em 5 de setembro de 2011 
  2. a b c «Protos: Hexen II». Electronic Gaming Monthly (em inglês) 94 ed. Ziff Davis. Maio 1997. p. 40 
  3. Boba Fatt (novembro 1997). «PC GamePro Preview: Hexen II». GamePro (em inglês) 110 ed. IDG. p. 110 
  4. «So busy and yet more birthdays?» (em inglês). 24 de fevereiro de 2003. Consultado em 16 de abril de 2020 
  5. «Hexen 2 Announced for Saturn!». Sega Saturn Magazine (em inglês) 19 ed. Emap International Limited. Maio 1997. p. 8 
  6. «Hexen 2 Saturn bound?». Saturn Power (em inglês) 1 ed. Future Publishing. Junho 1997. p. 11 
  7. «Hexen 2 source released» (em inglês). GameSpy. Consultado em 5 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2009 
  8. «News for April 1, 1998». Online Gaming Review (em inglês). 1 de abril de 1998. Consultado em 6 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2000 
    "April 1, 1998: "Several new games will be hitting stores today: ...Hexen 2 Mission Pack from Activision..."
  9. «Hexen II for PC - GameRankings» (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2020. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2019 
  10. «Hexen II Mission Pack: Portal of Praevus for PC - GameRankings» (em inglês). Consultado em 16 de abril de 2020. Arquivado do original em 9 de dezembro de 2019 
  11. a b «Hexen II». Edge (em inglês) 51 ed. Future Publishing. Novembro 1997. pp. 90–91 
  12. Bethke, Erik (25 de janeiro de 2003). Game Development and Production (em inglês). [S.l.]: Wordware Publishing. p. 16. ISBN 1556229518 
  Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.