Hidroeléctrica de Cahora Bassa

Hidroelétrica de Cahora Bassa (HCB) é uma empresa moçambicana, criada em 23 de Junho de 1975, situada na vila de Songo, província de Tete, constituída por meio de acordo entre o governo colonial português e a Frelimo,[1] com a transferência de gestão para o governo moçambicano em 27 de novembro de 2007. [2]

A HCB, inserida no Plano Integrado de Desenvolvimento do Vale do Zambeze, tem como principal ação a produção de energia elétrica a partir da barragem de Cahora Bassa. A construção foi iniciada pelos portugueses e, após a independência, administrada por consórcio formado pelos países de Portugal, França, África do Sul, Alemanha e Itália.[2]

A empresa, classificada entre as maiores de Moçambique, foi distinguida com os prémios "Arco Europa" atribuído pelo Business Iniciative Directions, em Frankfurt (2001); maior destaque para ações de responsabilidade social pela "Ernest&Young" (2007), e pelo Conselho Nacional do Voluntário (2012).[3]

Referências

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.