Abrir menu principal

Hilda Agnes Hübner Flores (Venâncio Aires, 16 de junho de 1933) é uma professora, tradutora e historiadora brasileira.

Filha de Francisco Hübner e Anna Antonia Dittrich, graduou-se em Serviço Social e Filosofia, e obteve mestrado e doutorado em História. Atuou como professora na rede pública estadual e na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Na área da pesquisa seus temas de maior interesse são a imigração alemã e a história do feminismo e das mulheres no Rio Grande do Sul, este um campo em que foi pioneira no estado. Tem grande bibliografia autoral publicada e traduziu diversos estudos estrangeiros. É casada com o pesquisador Moacyr Flores.[1]

Também deixou uma relevante marca em instituições culturais, sendo membro fundador da Academia de Lexicografia de Minas Gerais, membro fundador do Instituto Histórico e Geográfico de São Luiz Gonzaga, sócia dos institutos históricos e geográficos de Goiânia e do Rio Grande do Sul, membro efetivo da Academia Rio-Grandense de Letras e do Círculo de Pesquisas Literárias. Presidiu três vezes a Academia Literária Feminina do Rio Grande do Sul, e seis vezes o Círculo de Pesquisas Literárias.[1]

Sua atividade acadêmica e intelectual é amplamente reconhecida,[1][2][3][4] sendo recipiente de vários prêmios, entre eles o Prêmio de Honra ao Mérito da Associação Nacional de Jornalistas e Escritoras do Brasil (AJEB), pelo conjunto da obra sobre a mulher brasileira; o Prêmio do Concurso Nacional de Ensaios do Governo do Estado/Casa Masson; a Medalha Irmão Afonso, da PUCRS; o Destaque Literário, da AJEB; o Prêmio Ivan Lins da União Brasileira de Escritores/Academia Carioca de Letras; o Prêmio Internacional de Literatura Brasil-América Hispânica, da Academia Feminina Mineira de Letras,[1] e o Prêmio Distinção Imigração Alemã, da Comissão das Comemorações da Imigração Alemã no Rio Grande do Sul/Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil/Centro Cultural 25 de Julho, pelo conjunto da obra sobre a imigração.[5]

Entre suas principais publicações estão:[1]

  • Canção dos Imigrantes, 1983
  • Sociedade, Preconceitos e Conquistas, 1989
  • O Ramalhete, 1990
  • RS: Aspectos da Revolução de 1893, 1993
  • Alemães na Guerra dos Farrapos, 1995
  • Dicionário de Mulheres, 1999
  • História da Imigração Alemã no Rio Grande do Sul, 2004
  • Anita Garibaldi: a criação de um mito, 2007
  • Mulheres Farroupilhas, 2008
  • Mulheres na Guerra do Paraguai, 2010
  • Mulheres na Guerra dos Farrapos, 2013

Referências

  1. a b c d e Leite, Luiz Osvaldo. Discurso de Recepção. Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, 09/10/2014
  2. "Relato do seminário Uma Nova História e Geografia Regional". Instituto Histórico e Geográfico de Alegrete, 2011
  3. Patriota, Margarida. "Hilda Flores - 1ª parte". Rádio Senado, 20/01/2012
  4. Oliveira, Adilson Nunes de. "Seminário Para Sempre Tarcísio". Museu Paulo Firpo, 25/07/2014
  5. Distinção Imigração Alemã. Edital Prêmio Distinção Imigração Alemã 2018.