História futura

História futura é uma história postulada para o futuro que alguns autores de ficção científica constroem como um pano de fundo para sua ficção. Por vezes, o autor publica uma linha do tempo dos eventos na história, enquanto em outras ocasiões o leitor pode reconstruir a ordem das histórias pela informação provida nelas.

O mundo futuro, imaginado em 1911.
Litografia futurística sobre a cidade de Paris (1882).

A expressão parece ter sido criada por John W. Campbell, editor da Astounding Science Fiction, no número de fevereiro de 1941 daquela revista, em referência à História do Futuro de Robert A. Heinlein. Neil R. Jones é o primeiro autor creditado por criar uma história futura.[1]

História futura e história alternativaEditar

Diferentemente da história alternativa, onde resultados alternativos são atribuídos a eventos passados, a história futura postula certas consequências para eventos no presente e futuro do autor.

A diferença essencial é que o escritor de história alternativa está na posse do conhecimento do resultado de um determinado evento, e este conhecimento também influencia a descrição do resultado alternativo do evento. O escritor de história do futuro não possui tal conhecimento, sendo tais obras baseadas em especulações e previsões correntes na época em que o texto foi escrito – o que, com frequência, se revela extremamente impreciso.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Ashley, M. (Abril de 1989). The Immortal Professor, "Astro Adventures" No. 7, p. 6.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.