Hotel Mumbai

filme de 2018 dirigido por Anthony Maras

Hotel Mumbai (prt: Hotel Mumbai[4]; bra: Atentado ao Hotel Taj Mahal[1]) é um filme de drama histórico e suspense índio-australo-estadunidense de 2018 co-escrito e dirigido por Anthony Maras. Inspirado no documentário Surviving Mumbay que narra os atentados de 26 de novembro de 2008 em Bombaim, o filme é mais particularmente centrado no Taj Mahal Palace, um dos alvos desses ataques terroristas.

Hotel Mumbai
Cartaz de lançamento
No Brasil Atentado ao Hotel Taj Mahal
Em Portugal Hotel Mumbai
ÍndiaAustráliaEstados Unidos
2019 •  cor •  125 min 
Direção Anthony Maras
Produção
  • Basil Iwanyk
  • Gary Hamilton
  • Andrew Ogilvie
  • Jomon Thomas
  • Mike Gabrawy
  • Julie Ryan
  • Brian Hayes
  • Shivani Rawat
Roteiro
  • John Collee
  • Anthony Maras
Baseado em Atentados de 2008 em Bombaim
Elenco
Gênero
Música Volker Bertelmann
Cinematografia Nick Remy Matthews
Edição
  • Peter McNulty
  • Anthony Maras
Companhia(s) produtora(s)
  • Thunder Road Pictures
  • Arclight Films
  • Electric Pictures
  • Xeitgeist Entertainment Group
  • ShivHans Pictures
  • Screen Australia
Distribuição
  • Bleecker Street (Estados Unidos)
  • Icon Film Distribution (Austrália)
  • Zee Studios
  • Imagem Filmes (Brasil)[1]
  • Purpose Entertainment (Índia)
Estreia
  • 7 de setembro de 2018 (2018-09-07) (TIFF)
  • 14 de março de 2019 (2019-03-14) (Austrália)
  • 22 de março de 2019 (2019-03-22) (Estados Unidos)
  • 11 de julho de 2019 (2019-07-11) (Brasil)[1]
  • 29 de novembro de 2019 (2019-11-29) (Índia)
Idioma
Orçamento US$ 17,3 milhões (AU$ 25 milhões)[2]
Receita US$ 21,1 milhões (AU$31,5 milhões)[3]

O filme estreou em 7 de setembro de 2018 no Festival Internacional de Cinema de Toronto, com estreia australiana no Festival de Cinema de Adelaide em 10 de outubro de 2018, seguido por um lançamento cinematográfico na Austrália em 14 de março de 2019, então nos Estados Unidos em 22 de março de 2019 e no Brasil em 11 de julho de 2019.[1]

SinopseEditar

Em novembro de 2008, em Bombaim, a cidade foi atingida por uma dezena de ataques terroristas em locais de alta frequência. Homens armados invadem notavelmente o Taj Mahal Palace & Tower, deliberadamente atirando ou lançando granadas matando qualquer hóspede ou funcionário que encontrem, tomando hóspedes estrangeiros como reféns e, em seguida, incendiando o hotel. O filme segue em particular, clientes que tentam fugir e funcionários do palácio que tentam trazê-los em segurança, como o chef do restaurante e um garçom indiano que arriscará suas vidas para proteger seus clientes. Seguimos um casal de turistas estrangeiros com um bebê, acompanhados por sua babá e um cliente russo. Alguns policiais locais tentam prender os assassinos, sem sucesso porque estão menos bem armados. As forças especiais finalmente chegam e neutralizam 9 de 10.

ElencoEditar

 
Dev Patel estrela como Arjun, um garçom no hotel
  • Dev Patel como Arjun
  • Armie Hammer como David
  • Nazanin Boniadi como Zahra Kashani
  • Tilda Cobham-Hervey como Sally
  • Anupam Kher como Cozinheiro Hemant Oberoi
  • Jason Isaacs como Vasili
  • Suhail Nayyar como Abdullah
  • Vipin Sharma como Dilip
  • Amandeep Singh como Imran
  • Manoj Mehra como Houssam
  • Dinesh Kumar como Rashid
  • Kapil Kumar Netra como Kasab
  • Amrit Singh como Ismail
  • Mohammad Arafat Sarguroh como Summer King
  • Angus McLaren como Eddie
  • Natasha Liu Bordizzo como Bree
  • Sandeep Bhojak como Porteiro

Recepção da criticaEditar

Para Le Parisien, o filme é um “thriller muito eficaz” com uma reconstrução dos acontecimentos “notavelmente documentado”.[5] La Nouvelle République julga o “elenco brilhante” e a “tensão extrema”, sendo a emoção ainda mais forte quando Anthony Maras misturou imagens de arquivo com o seu filme.[6]

The Times of India considera que, tecnicamente, Hotel Mumbai é um filme bem elaborado. A cinematografia, o design de som e a música de fundo são excelentes. A tensão e o medo são palpáveis quase a cada minuto. O jornal lamenta, no entanto, que a história use algumas cenas artificiais que quebram o fluxo e que, até os créditos finais, não divulgue nenhuma informação sobre os terroristas do Lashkar-e-Toiba que realizaram o ataque. O filme, segundo o jornal, também tem a vantagem de relembrar “a extraordinária coragem das pessoas comuns”.[7]

NotasEditar

Referências

  1. a b c d «Atentado ao Hotel Taj Mahal». AdoroCinema. Webedia. Consultado em 30 de abril de 2022 
  2. Mitchell, Peter (11 de outubro de 2018). «Adelaide becomes Mumbai for thriller» [Adelaide se torna Bombaim para thriller]. Blue Mountains Gazette (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2022 
  3. «Hotel Mumbai (2019) – Financial Information» [Hotel Mumbai (2019) – Informações Financeiras]. The Numbers (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2022 
  4. «Hotel Mumbai». Cinecartaz. Público. Consultado em 30 de abril de 2022 
  5. Quinchon, Marine (4 de julho de 2019). ««Attaque à Mumbai», un thriller terrifiant» [“Hotel Mumbai”, um thriller aterrorizante]. leparisien.fr (em francês). Consultado em 30 de abril de 2022 
  6. «"Attaque à Mumbai" : plongée effrayante au cœur d'une attaque terroriste» [“Hotel Mumbai”: mergulho assustador no coração de um ataque terrorista]. lanouvellerepublique.fr (em francês). 3 de julho de 2019. Consultado em 30 de abril de 2022 
  7. «Hotel Mumbai Movie Review : A gripping, gut-wrenching watch» [Revisão do filme Hotel Mumbai: Um relógio emocionante e angustiante]. indiatimes.com (em inglês). 22 de novembro de 2019. Consultado em 30 de abril de 2022 
  Este artigo sobre um filme australiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um filme indiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.