Abrir menu principal
Hugo de Balsham
Bispo da Igreja Católica
Representação de Hugo de Balsham no vitral da igreja de Thriplow em Cambridgeshire, segurando o brasão de armas de Peterhouse.

Título

Bispo de Ely
Atividade Eclesiástica
Eleição 13 de novembro de 1256
Predecessor Guilherme de Kilkenny
Sucessor João Kirkby
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 14 de outubro de 1257
por Papa Alexandre IV
Dados pessoais
Morte Ilha de Ely
16 de junho de 1286
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Hugo de Balsham (ou Hugh; ? – Ilha de Ely, 16 de junho de 1286) foi um bispo medieval inglês.

VidaEditar

Nada se sabe sobre a infância e juventude de Balsham, embora durante a disputa sobre sua eleição para Bispo de Ely ele tenha sido acusado de ter sido de nascimento servil, e seu nome sugere uma conexão com a aldeia de Balsham em Cambridgeshire. Ele foi um monge beneditino em Ely,[1] e aparece pela primeira vez como subprior do capítulo catedrático dessa localidade.[2] Com a morte de Guilherme de Kilkenny em setembro de 1256,[3] os monges elegeram-no Bispo de Ely, para descontentamento do rei Henrique III da Inglaterra e de Bonifácio de Saboia, o Arcebispo da Cantuária.[3] Bonifácio declarou a eleição inválida e tentou instalar Adam Marsh na sé. Ambos os lados apelaram para Roma.[1] A eleição foi confirmada pelo Papa Alexandre IV em 1257.[2][4]

Balsham foi consagrado em 14 de outubro de 1257 pelo papa[5] e prometeu que visitaria Roma a cada três anos, mas em 1278 foi dispensado desta promessa.[1][3]

Balsham legislou contra a venda dos sacramentos.[6] Ele estava presente no Parlamento realizado em Londres em junho de 1264, que instalou o governo de Simão de Montfort.[7] Grande parte do tempo de Balsham foi gasto na reparação dos danos causados à sua diocese por várias pessoas: primeiro os administradores reais durante a disputa eleitoral, e depois alguns dos partidários dos barões que ocuparam a Ilha de Ely em 1265. O bispo Balsham emitiu decretos para sua diocese e trabalhou para melhorar a administração dela. Promoveu o culto de Eteldreda, uma santa local. Doações para os monges do capítulo catedrático, bem como para as igrejas em sua diocese, contribuíram para sua reputação de bom bispo.[1]

Balsham desempenhou um papel importante no início da história da Universidade de Cambridge. Em 1280 obteve uma autorização do rei permitindo-lhe substituir os irmãos seculares que residiam no hospital diocesano de São João em Cambridge por "acadêmicos dedicados ao estudo"; uma segunda autorização quatro anos depois diferenciou inteiramente esses acadêmicos dos irmãos do hospital,[1][4] e para eles Balsham fundou e subvencionou o colégio de Peterhouse,[8] o primeiro colégio de Cambridge.[3] Ele deixou 200 libras para o colégio em seu testamento.[1]

Balsham morreu em 16 de junho de 1286[5] na mansão de Dodington, na Ilha de Ely. Foi sepultado na Catedral de Ely em 24 de junho de 1286. Uma placa de latão na igreja de Balsham, Cambridgeshire, supostamente retrata o bispo.[1] Uma laje sem identificação de um túmulo na Catedral de Ely foi algumas vezes identificada como sua, mas essa identificação não é confiável.[9]

Notas

  1. a b c d e f g Owen "Balsham, Hugh of" Oxford Dictionary of National Biography
  2. a b Greenway Fasti Ecclesiae Anglicanae 1066–1300: Volume 2: Monastic Cathedrals (Northern and Southern Provinces): Ely: Bishops Arquivado em 14 de fevereiro de 2012, no Wayback Machine.
  3. a b c d Ward, Adolphus William. «Balsham, Hugh de». Dictionary of National Biography, 1885-1900 (em inglês). 3 1885 ed. Londres: Smith, Elder & Co. pp. 92–97 
  4. a b Chisholm, Hugh. «Balsham, Hugh de». Encyclopædia Britannica (em inglês). 3. Cambridge: Cambridge University Press. p. 286 
  5. a b Fryde, et al. Handbook of British Chronology p. 244
  6. Moorman Church Life in England p. 228
  7. Powell and Wallis House of Lords p. 195
  8. Moorman Church Life in England p. 161 nota de rodapé 2
  9. Sayers "Once 'Proud Prelate'" Journal of the British Archaeological Association p. 78-79

Referências


Títulos da Igreja Católica
Precedido por:
Guilherme de Kilkenny
Bispo de Ely
1256–1286
Sucedido por:
João Kirkby