Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O humor britânico é um termo geral aplicado a certos motes que ocorrem com frequência em comédias originadas na Grã-Bretanha e em suas actuais ou ex-colónias. Actos e programas de televisão que fazem uso típico do humor britânico incluem Monty Python e Mr. Bean.

Raízes históricasEditar

Algumas raízes profundas do humor britânico são:

  • A reacção histórica à intolerância do Puritanismo (em relação à sua aceitação ao humor mais "picante");
  • A tradição da poesia nonsense popularizada principalmente por Edward Lear e Lewis Carroll;
  • A tradição das pantomimas de Natal, com suas trocas de papéis sociais;
  • A riqueza da língua inglesa com relação à possibilidade do jogo de palavras;
  • A própria cultura britânica;
  • As farsas bastante populares durante parte do Século XX.

As mudanças culturais britânicas são naturalmente espelhadas pelas mudanças que ela passa em sua forma de fazer humor.

Aspectos geraisEditar

Alguns aspectos característicos do humor britânico são:

O que fica fora desta lista é a importância da linguagem verbal enquanto elemento-chave. Muitas vezes o humor britânico é feito quase que exclusivamente através da linguagem não-verbal, como em Mr. Bean. É justamente a não-predominância da linguagem verbal que tornou o "humor inglês" popular no mundo — uma vez que, quando em linguagem verbal, é de difícil (e muitas vezes impossível) tradução.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre entretenimento é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.