Abrir menu principal

A Igreja Presbiteriana no Paraguai (em espanhol : Iglesia Presbiteriana en el Paraguay ou IPP ) é uma denominação reformada confessional calvinista fundada no Paraguai em 1969 por missionários da Igreja Presbiteriana do Brasil. A igreja conta hoje com congregações em várias regiões do Paraguai e mantem relações fraternais com a Igreja Presbiteriana do Brasil.[2][3]

Igreja Presbiteriana no Paraguai
Classificação Protestante
Orientação Confessional e Conservadora
Teologia Calvinista
Área geográfica Paraguai
Origem 1969 (50 anos)
Ramo de(o/a) Igreja Presbiteriana do Brasil
Congregações 8[1]
Membros 300[1]
Site oficial www.ipparaguay.org

Índice

HistóriaEditar

A Igreja Presbiteriana no Paraguai foi iniciado como um trabalho missionário da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) no Paraguai . O primeiro missionário foi Evandro Luis da Silva, que chegou ao Paraguai no final da década de 1960. Ele realizou o primeiro culto presbiteriano em Concepcion, que era então a segunda maior cidade do Paraguai. Novos membros foram convertidos e o trabalho começou a desenvolver de forma constante.[4][5]

Na década de 90, muitos outros pastores brasileiros, enviados pela (JME) juntaram-se aos paraguaios para dar prosseguimento a missão no Paraguai: Rev Dário Pereira (Concepción), Rev Gilberto Botelho (Concepción), Rev. Everton Tavares (Concepción), Rev. Cornélio Castro (San Lorenzo) e Rev. Francisco Moura da Silva (Concepción e Lambaré/Assunção). No segundo meado dos anos 90 (em 1996) deu-se início uma nova fase da missão, o Rev Francisco Moura da Silva, juntamente com a sua esposa, Elisama de Morais Silva (missionários da JME-APMT) fundaram a primeira escola presbiteriana no Paraguai, o Centro Educacional Ebenezer, sob a resolução oficial 2932/98, escola número 15123, Ministério de Educação e Cultura do Paraguai, na confluência da cidade de Lambaré-Assunção. Esse trabalho teve um efeito catalisador para a abertura de novas escolas no restante do país.[6]

A data de fundação da igreja é de 1969. A responsabilidade pela igreja era inicialmente, dos missionários brasileiros, e assim foi até meados dos anos 1980. Em 1984, dois pastores nacionais (Silas Augusto Tscherne e Sebastião Silvestre) foram treinados em Campinas e eles foram capazes de assumir este trabalho. A denominação é totalmente independente dos presbiterianos brasileiros, porém as relações de igrejas irmãs foram estabelecidas entre a Igreja Presbiteriana no Paraguai e a Igreja Presbiteriana do Brasil. As línguas oficiais adotadas na adoração são: Espanhol e Guarani . A Igreja Presbiteriana no Paraguai tinha 200 membros em 5 congregação e 5 reuniões familiares para estudos bíblicos em 2004.[7]

Em 2016 a denominação já era formada por 8 igrejas e congregações, com 250 membros comungantes espalhados por todos o país.[1]

AtualidadeEditar

A igreja tem atualmente seis congregações e várias reuniões familiares para estudos bíblicos, seis pastores ordenados: Rev. Marcos Vieira, Rev. Francisco Villalba, Rev. Buena Ventura Giménez, Rev. Flavio Sousa, Rev. Eologio Giménez e Rev. Marcos Machado. Como a igreja é fruto de missões de uma igreja consevadora, a mesma adota a mesma postura quanto a ordenação, só admitindo como candidatos ao ministério membros do sexo masculino. Sendo assim não há nenhuma mulher nos ofícios de presbítero, diácono ou ministro.[8][9]

A igreja mantém o Instituto Presbiteriano do Paraguai – Brasil[10][11], e empenha vários esforços missionários no Paraguai, a mais recente divulgação é na Igreja Presbiteriana em Pedro Juan Caballero.[12] Ela tem congregações em Santa Rita , Concepción, San Lorenzo , Belén e Assunção.[5][13][14] No final de 2013, uma nova igreja foi lançada em Asconcion.

A Agência Presbiteriana de Missões Transculturais (Brasil) ainda envia missionários ao país e apoia a igreja paraguaia[15], existe também um Seminário Presbiteriano no Paraguai.[16]

TeologiaEditar

A igreja é parte da família da Igreja Reformada, baseando-se nos ensinamentos de João Calvino e do reformador escocês John Knox . O Presbiterianismo teve grande influência do desenvolvimento da democracia., por isso, Igreja Presbiteriana no Paraguai tem o governo da igreja representativo.

A igreja subscreve: o Credo dos Apóstolos, Confissão de Fé de Westminster, Catecismo Maior de Westminster e Breve Catecismo de Westminster.[7]

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. a b c «Teologia Brasileira: Denominções reformadas na Amérca do Sul». 26 de maio de 2016. Consultado em 04 de abril de 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Agencia Presbiteriana de Missões Transaculturais». Consultado em 27 Jul. 2015 
  3. «Carta Missionária Presbiteriana de Julho». Consultado em 27 Jul. 2015 
  4. «Site da Igreja Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 01 Jun. 2013. Arquivado do original em 29 de agosto de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. a b «História da Igreja Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 01 Jun. 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. «História do Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 02 de agosto de 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. a b «Reformed Online: Igreja Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 27 Jul. 2015 
  8. «Igreja Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 27 Jul. 2015 
  9. «Ministros Ordenados na Igreja Presbiteriana no Paraguai». Consultado em 27 Jul. 2015 
  10. «Carta Rev. Eulógio e Maristela Giménez (Paraguai) 7/07/2015». Consultado em 27 Jul. 2015 
  11. «Carta Rev. Eulógio e Maristela Giménez (Paraguai) 14/10/2014». Consultado em 27 Jul. 2015 
  12. «Agência Presbiteriana de Missões Transculturais no Paraguai». Consultado em 01 Jun. 2013. Arquivado do original em 15 de junho de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  13. «Agência Presbiteriana de Missões Transculturais: Trabalho no Paraguai». Consultado em 01 Jun. 2013. Arquivado do original em 15 de junho de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «Carta de Missionário Presbiteriano: Trabalho no Paraguai». Consultado em 01 Jun. 2013. Arquivado do original em 15 de junho de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. «Missionários da Agencia Presbiteriana de Missões Transculturais no Paraguai». Consultado em 27 Jul. 2015 
  16. «Seminário Presbiteriano do Paraguai». Consultado em 27 Jul. 2015