Igreja de Santa Maria Maior (Chaves)

igreja em Chaves, Portugal
Igreja de Santa Maria Maior (Chaves)
Apresentação
Tipo
Estatuto patrimonial
Localização
Localização
Coordenadas
Mapa

A Igreja de Santa Maria Maior, Igreja Paroquial de Chaves ou Igreja Matriz, é um templo cristão na freguesia de Santa Maria Maior, na cidade e no município de Chaves.[1]

Encontra-se classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1997.[2][1]

História editar

Chaves foi durante o período romano um dos mais importantes núcleos urbanos da península, tendo os registos da época das invasões suevas, citado a cidade como sede de um bispado cristão. O templo existente teria sido parcialmente destruído, tendo a época de ocupação árabe ditado a extinção da diocese.

As referências documentais à Igreja de Santa Maria Maior aparecem lavradas nas Inquirições Afonsinas de 1259. O templo românico terá sido construído possivelmente no século XII, sobre outro de origem visigótica. Ainda se mantêm a torre sineira e o seu portal da estrutura medieval.

Foi feita uma grande reforma ao templo no reinado de D. João III, ao integrar, na estrutura românica, dois portais bem ao estilo renascentista.

Arquitetura editar

De linhas claramente inspiradas na arquitectura italiana, com um arco de volta perfeita e ladeado por colunelos é inserido no frontão de remate triangular.

O portal lateral, é atribuído ao pedreiro, escultor João Noblé. A decoração é repleta de motivos de grutesco, possuindo esculpidos no extradorso do arco os bustos de São Paulo e São Pedro.

No interior conserva-se a estrutura medieval composto por três naves marcadas por robustos pilares, tecto de madeira (século XIX), Originalmente a cobertura era feita por abóbadas de canhão. Antes da capela-mor, existem duas capelas. A capela do Santíssimo, do séc. XVI e reconstruída em meados de Setecentos. No espaço fronteiro, a capela é dedicada a Santa Maria, atrás da qual se situa a sacristia.

A Capela-mor reedificada na segunda metade do século XVI, (1561), a expensas de Domingos Gonçalves. Abre com um arco triunfal ogival, encimado por um painel de azulejos, alusivo à Assunção de Maria. A abóbada polinervada , apoiada em mísulas.

Bibliografia editar

  • "A Igreja de Santa Maria Maior de Chaves" Chaves, 1979 - Francisco Gonçalves Carneiro
  • "As mais belas igrejas de Portugal, vol. I" Lisboa,1988 - Júlio Gil
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Igreja de Santa Maria Maior (Chaves)

Referências

  1. a b Ficha na base de dados SIPA
  2. Decreto n.º 67/97, DR n.º 301, de 31-12-1997