Ilhas Amirante

As Ilhas Amirante (Les Amirantes em francês)[1], são um grupo de ilhas e atóis pertencente ao grupo das Ilhas Exteriores das Seicheles. Tem cerca de 155 km de extensão entre os Bancos Africanos (Ilhas Africanas), no norte da Île Desnœufs (ilha des Noeufs) a Sul, sempre no raso Banco Amirantes (Planalto Amirantes, com profundidades de 25 a 70 m), com excepção da ilha principal Île Desroches, a leste, e do submerso Baixio Lady Denison-Pender no extremo norte. 90 km a sul das ilhas Amirante fica o Grupo Alphonse, o mais próximo grupo de ilhas, que são por vezes erradamente consideradas como parte das Amirantes.

Localização das Ilhas Amirante nas Seicheles
Ilhas Amirante, imagem de satélite
com o próximo Grupo Alphonse à esquerda e em baixo

As Amirantes foram descobertas por Vasco da Gama na sua segunda viagem de exploração em 1502, e chamadas "Ilhas do Almirante". É possível que tenha havido conhecimento prévio das ilhas por comerciantes árabes e indianos. Juntamente com as Seicheles, as ilhas foram reclamadas pela primeira vez pela França em 1742. A posse formal foi feita em 1756. Pelo Tratado de Paris (1814), as ilhas passaram oficialmente para os britânicos como parte da Maurícia. Em 1909, as Seicheles tornaram-se uma colónia separada e passaram a incluir as Amirantes. Em 8 de novembro de 1965 o Reino Unido separou a Île Desroches das Seicheles para passar a fazer parte do novo Território Britânico do Oceano Índico. O objetivo era permitir a construção de equipamentos militares para o Reino Unido e seus aliados. Em 23 de junho de 1976, a Île Desroches foi devolvida às Seicheles na sequência da sua independência.

A área total é de 9,91 km² e a população é menos de 300 pessoas, com cerca de 100 na principal localidade e atol, Desroches.

Referências

  1. «GeoNames.org». www.geonames.org. Consultado em 4 de setembro de 2019