Ilhas Virgens Neerlandesas

   |- style="font-size: 85%;"
       |Erro::  valor não especificado para "nome_comum"
   


Ilhas Virgens Neerlandesas

colônia
(império colonial holandês)

1565 – 1899 Flag of Denmark.svg
 
Flag of the British Virgin Islands.svg

Bandeira de

Bandeira

Localização de
Mapa das Ilhas Virgens
Continente América
Região Caribe
Capital Não especificada
Língua oficial língua neerlandesa
Religião Igreja Reformada Neerlandesa 
Governo Não especificado
História
 • 1565 Fundação
 • 1899 Dissolução

Ilhas Virgens Neerlandesas, ou Ilhas Virgens Holandesas, é o nome coletivo dos enclaves que a Companhia Neerlandesa das Índias Ocidentais tinham nas Ilhas Virgens. A área foi governada por um diretor, cujo sede não era permanente. A principal razão para iniciar uma colônia nas ilhas era que ela ficava estrategicamente entre as colônias neerlandesas no sul: Índias Ocidentais Neerlandesas, Guiana Neerlandesa e Novos Países Baixos. A Companhia Neerlandesa das Índias Ocidentais foi afetada principalmente pela concorrência de Dinamarca, Inglaterra e Espanha.[1] Em 1680, as ilhas restantes tornaram-se uma colônia do Reino Unido.

IlhasEditar

  • Santa Cruz: Esta foi a primeira ilha fortificada em 1625, que foi o mesmo ano em que a Grã-Bretanha queria estabelecer-se lá também. Os franceses protestantes se juntaram aos neerlandeses. Durante este período, os neerlandeses ocuparam o lado leste da ilha, e os britânicos o oeste. Em 1650, a fortaleza foi abandonada depois de um conflito com os ingleses. Os colonos neerlandeses se estabeleceram em Santo Eustáquio. Os britânicos perderam a ilha nesse ano para a Espanha.
  • Tortola: Em 1648, foi estabelecido um posto bem-sucedido na ilha. Em 1665, um pequeno grupo de colonos neerlandeses e escravos africanos foram transportados para a ilha para cultivar cana. A Inglaterra conquistou a ilha no ano de 1672.
  • Anegada: Nessa ilha havia um posto até 1680. Depois disso, a ilha tornou-se uma possessão britânica.
  • São Tomás: A ilha foi colonizada desde 1657, e foi conquistada pela Dinamarca no ano de 1666.
  • Virgen Gorda: Foi estabelecido um posto nessa ilha em 1628. Em 1680, foi adquirido pelos britânicos.

Remanescentes da ocupação holandesaEditar

Até meados do século XX, houve uma língua crioula neerlandesa falada nas ilhas, o negerhollands, especialmente por pessoas cujos antepassados ​​eram escravos, e aqueles que tinham trabalhado nas plantações neerlandesas.[2] Existem ainda algumas ruínas daquela época, e a ilha Jost Van Dyke foi nomeada devido ao pirata neerlandês.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Vernon Pickering, A Concise History of the British Virgin Islands, page 23
  2. van Rossem & van der Voort 1996, p. 25