Imunidade humoral

Imunidade humoral é uma subdivisão da imunidade adquirida onde a resposta imunológica é realizada por anticorpos. Estes anticorpos são secretados por plasmócitos(células derivadas dos linfócitos B) após detectarem a presença de antígenos, ou após serem estimulados por meio de citocinas liberadas pelos linfócitos T.[1]

É importante no combate a micro-organismos e pode ainda haver participação de mastócitos/basófilos, com eliminação de grânulos contendo substâncias com atividade microbicida.

Tipos de Imunidade humoral:

Ativa natural: adquirida através de doença clínica ou sub-clínica

Ativa artificial: adquirida por meio de vacinas

Passiva natural: passagem de IgG por meio da placenta (congênita)

Passiva artificial: passagem de anticorpos prontos (Ex. soro antitetânico)


A imunidade humoral possui 5 classes.

Ver artigo principal: Imunoglobulinas
  • A IgM que tem a resposta imune primária, alto peso molecular, restrita ao espaço intra-vascular e faz a defesa no sangue.
  • A IgD que é o BCR no Linfócito B.
  • A IgG que possui 4 subclasses, IgG1, IgG2, IgG3, IgG4. estão presentes no sangue, linfa, líquido periotonial, LCR.

opsonização, ativa sistema do complemento, neutraliza toxinas e vírus. IgG é o único transplacentário.

  • A IgA que é encontrada na superfície de mucosas.



  1. JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J.; ABRAHAMSOHN, P. Histologia básica: texto e atlas. 13. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017. [S.l.: s.n.] pp. 252–259