Indra Chok

Praça do centro histórico de Catmandu

Indra Chok (em nepali: इन्द्र चोक; em neuari: वंघः; romaniz.: Wangha) é uma praça cerimonial e de comércio do centro histórico de Catmandu, a capital do Nepal. Situada na principal artéria que atravessa a parte antiga da cidade, entre Thamel a nordesye e a Praça Darbar a sudoeste, é uma das áreas comerciais mais movimentada da cidade. Juntamente com Maru, a Praça Darbar, Asan, Makhan, Jana Baha e Naxal faz parte da antiga rota comercial entre o Tibete e a Índia.[1] Deve o seu nome a Indra, o deus hindu dos céus, da chuva e das tempestades.

Vista da praça e do Templo de Akash Bhairav
Loja de missangas

O cruzamento de Indra Chok, onde confluem seis ruas que ligam ligam as principais áreas de Catmandu. As suas lojas e templos atraem multidões de compradores, devotos e turistas. O comércio local tradicional é principalmente de vestuário e mantas.[2] É também um lugar de cerimónias, onde se realizam eventos religiosos importantes, como procissões de carros, durante as principais festividades hindus e neuaris. Durante o festival de Indra Jatra, os carros da Kumari, Ganexa e Bhairav passam pela praça. A procissão do Jana Baha Dyah Jatra também passa por ali.

Principais locaisEditar

O Templo de Akash Bhairav, também chamado Templo de Aju Dyah (आजुद्यः), situa-se na parte ocidental da praça e é o símbolo de Indra Chok. No seu interior , no cimo de um lanço de escadas, há uma grande máscara de Akash Bhairav ("deus do céu"). O piso térreo é ocupado por lojas.[2]

 
Fotografia da praça em 1910, onde se vê Templo de Xiva destruído em 1934

O Templo de Xiva situa-se no lado norte da praça. A estrutura original em forma de pagode foi completamente destruído durante o grande sismo de 1934 e foi substituído por um pequeno templo com cúpula.[3]

O Templo de Ganexa, também chamado Templo de Ganedya (गनेद्य), é um pequeno templo situado no canto sudoeste da praça. A rua que ali começa vai dar a Makhan e à Praça Darbar.

Raki Bazaar é uma ruela sinuosa na parte oriental da praça com numerosas pequenas lojas onde se vendem contas de vidro. Acredita-se que os antepassados dos comerciantes tenham vindo do Iraque na Idade Média e que Raki derive de Iraqi (iraquiano).[4]

Shukra Path é uma rua larga que liga a praça à New Road.[5] As suas casas, revestidas a estuque branco, são todas iguais e foram construídas depois do grande sismo de 1934. Deve o seu nome ao mártir Shukra Raj Shastri e uma rua famosa de comércio caro.

Notas e referênciasEditar

  1. Proksch, Andreas; Baidya, Huta Ram (1995), Images of a century: The changing townscapes of the Kathmandu Valley (em inglês), Deutsche Gesellschaft für Technische Zusammenarbeit. Urban Development Through Local Efforts Project, consultado em 3 de junho de 2014 
  2. a b «Indra Chowk» (em inglês). www.LonelyPlanet.com. Consultado em 3 de junho de 2014 
  3. Catálogo de exposição de fotografia dos Chitrakars de Bhimsen Sthan:Thingo, T.T.; Heide, Susanne von der; Pierce, Philip, eds. (1997), Changing Faces of Nepal - The Glory of Asia's Past (PDF) (em inglês), Catmandu: Ratna Pustak Bhandar for the UNESCO Division of Cultural Heritage and HimalAsia, p. 53, consultado em 3 de junho de 2014 
  4. Shrestha, Hiranya Lal (13 de janeiro de 2011). «Every layer of civilizations in Pakistani land has relationship and interaction with Nepal» (em inglês). www.telegraphnepal.com. p. 2. Consultado em 3 de junho de 2014 
  5. «Addressed Road Network Map». Kathmandu Metropolitan City Office. www.kathmandu.gov.np. Consultado em 3 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de outubro de 2011 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Indra Chok