Ingegerda da Suécia

Ingegerda Olofsdotter
Grã-princesa de Quieve
Reinado 1019–1050
 
Marido Jaroslau I, o Sábio
Descendência Isabel, Rainha da Noruega
Anastácia, Rainha da Hungria
Ana, Rainha de França
Ágata
Vladimir de Novogárdia
Iziaslau I de Quieve
Esvetoslau II de Quieve
Usevolodo I de Quieve
Igor I de Esmolensco
Casa Casa de Munsö
Nascimento 1001
Morte 10 de fevereiro de 1050 (49 anos)
Enterro Catedral de Santa Sofia de Quieve ou Catedral de Santa Sofia em Novogárdia
Pai Olavo, o Tesoureiro
Mãe Astride da Suécia

Ingegerda Olofsdotter da Suécia, também conhecida como Irene, Ana e Santa Ana (1001 — 10 de fevereiro de 1050), foi uma princesa sueca e grã-princesa de Quieve. Era a filha do rei sueco Olavo, o Tesoureiro[1] e Astride dos Obotritas. Foi consorte de Jaroslau I, o Sábio.

Nascida em 1001, estava prestes a se casar com rei norueguês Olavo II,[1] mas quando a Suécia e a Noruega entraram em uma briga, o rei sueco Olavo, o Tesoureiro já não permitiu o casamento acontecer. Em vez disso, seu pai rapidamente providenciou um casamento com o poderoso Jaroslau I, o Sábio de Novogárdia.[2] A cerimônia foi realizada em 1019.[2] Uma vez em Quieve, mudou seu nome para o grego Irene. De acordo com várias sagas, recebeu como um presente de casamento Ladoga e terras adjacentes, que mais tarde receberam o nome de Íngria, sem dúvida, uma corrupção do nome de Ingegerda. Ela colocou seu amigo, Jarl Ragualdo, o Velho Ragnvald Ulfsson, para governar em seu lugar.

DescendênciaEditar

Notas

  1. a b DuBois, Thomas Andrew (2008). Sanctity in the North: Saints, Lives, and Cults in Medieval Scandinavia (em inglês). Toronto: University of Toronto Press. p. 16. ISBN 080209130X 
  2. a b Yaroslav the Wise in Norse Tradition, Samuel Hazzard Cross, Speculum, Vol. 4, No. 2 (Abril de 1929), 181.

ReferênciasEditar

  • Lagerqvist, Lars O. (1982). "Sverige och dess regenter under 1.000 år",("Sweden and its rulers during 1000 years"). (em sueco). [S.l.]: Albert Bonniers Förlag AB. ISBN 91-0-075007-7 

Ver tambémEditar


Precedido por
Vacante
Predecessor não confirmado
Título investido pela última vez a Ana Porfirogénita
Grã-princesa de Quieve
1019–1050
Sucedido por
Gertrude de Polônia