Abrir menu principal

O Instituto Curicaca é uma ONG ambientalista brasileira.

Foi fundado em Cambará do Sul em 12 de junho de 1997, e atualmente está sediado em Porto Alegre. Sua missão declarada é "contribuir para a viabilidade de todas as formas de vida, promover o respeito aos processos ecológicos, a conservação da biodiversidade, o desenvolvimento sustentável, a diversidade cultural e a valorização dos bens, expressões, práticas e saberes nos biomas Mata Atlântica, Pampa e Zona Costeira. Nossas ações buscam impulsionar o processo de resolução social de problemas ambientais, incluindo uma postura reflexiva no mundo e a coexistência mais harmônica entre o ser humano e a natureza".[1]

O instituto atua de forma independente mas também tem estabelecido diversas parcerias com pessoas, entidades privadas e instituições do governo para o desenvolvimento de estudos científicos, relatórios técnicos e uma variedade de projetos de conservação e conscientização. Desde 2003 tem marcado forte presença no litoral norte do estado.[2] Entre outros, um projeto destinou-se à qualificação e sensibilização ambiental de professores e alunos de escolas públicas para a formação de educadores e multiplicadores do conhecimento, dentro do âmbito do Projeto Biodiversidade, em parceria com o Centro de Ecologia da UFRGS, beneficiando 46 escolas estaduais, 16 Coordenadorias Regionais de Educação e 176 professores/multiplicadores, e envolvendo cerca de 8.800 alunos;[3][4] o Programa de Conservação e Uso Sustentável dos Butiazais avaliou o impacto do uso humano dos butiás sobre a ecologia da região;[5] com o Grupo O Boticário luta pela preservação de 100 km de dunas costeiras,[6] fez estudos científicos de grande escopo e ações de conservação e conscientização relativos ao Parque Estadual de Itapeva;[7] e a Ação Cultural de Criação Saberes e Fazeres da Mata Atlântica foi voltada para a conservação da biodiversidade associada à valorização das culturas locais. Participou ativamente do processo de criação e implantação de corredores ecológicos, do Parque de Itapeva, em Torres, e da Reserva Particular do Patrimônio Natural Mata do Professor Baptista, em Dom Pedro de Alcântara, e participa do conselho gestor de diversas unidades de conservação da região.[2]

Também atua em outras regiões do estado. Participou da elaboração dos diagnósticos preliminares para o plano de manejo do Parque Nacional dos Aparados da Serra,[8] dentro do Projeto Conservação da Mata Atlântica do Rio Grande do Sul enviou um representante para a criação de um diagnóstico das espécies exóticas invasoras em unidades de conservação do estado;[9] em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, o IBAMA, a Fundação Zoobotânica e outras entidades desenvolve o Projeto de Conservação da Biodiversidade no Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, em Viamão, onde há espécias ameaçadas e assentamentos indígenas,[10] participa de projetos voltados para o Parque Nacional da Lagoa do Peixe, no sul do estado,[11] e é membro da Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente do Rio Grande do Sul, entidade que preside o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.[12] Sua atuação foi reconhecida nacionalmente com o Prêmio Muriqui, do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica,[13] e o Prêmio FIES — Fundo Itaú de Excelência Social, do Banco Itaú.[14]

Referências

  1. Instituto Curicaca. Nossa missão.
  2. a b Witt, Julia Rovena. Educação Ambiental em unidades de conservação: a experiência da ação cultural de criação Saberes e Fazeres da Mata Atlântica no litoral norte gaúcho. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande, 2013, pp. 53-59
  3. Kindel, Andreas (coord.). "Atividades de educação ambiental em instituições de ensino no âmbito do Projeto Biodiversidade". Lume — Repositório Digital UFRGS
  4. Projeto Biodiversidade RS. "Fortalecimento da Educação Ambiental em escolas da Rede Estadual de Ensino"
  5. Costa, Karine et al. "Avaliação do efeito do manejo da folha do Butia capitata (Mart. Beccari) para a conservação dos butiazais no litoral norte do RS". In: VI Jornada de Iniciação Científica, Biblioteca Fepam
  6. Custódio, Aline. "Últimas dunas costeiras do Litoral Norte gaúcho serão protegidas". Diário Gaúcho, 16/02/2016
  7. Rocha, Guile. "I Seminário de Pesquisas do Parque Itapeva: divulgando os estudos realizados na unidade de conservação". A Folha de Torres, 10/11/2017
  8. Parques Nacionais de Aparados da Serra e Serra Geral. Memória Processo do Planejamento. MMA/IBAMA, 2003
  9. Ministério do Meio Ambiente. Diagnóstico preliminar das espécies exóticas invasoras nas unidades de conservação do Rio Grande do Sul inseridas no Plano de Conservação da Mata Atlântica
  10. "Curicaca e o Refúgio Banhado dos Pachecos". APEDeMA-RS, 15/02/2012
  11. "Curicaca realiza seminário sobre a construção de soluções nas Unidades de Conservação com enfoque no Parque Nacional da Lagoa do Peixe". APEDeMA-RS, 03/11/2017
  12. "Gestão da fauna no RS tem comportamento de ´camaleão´ afirma Curicaca". APEDeMA-RS, 17/10/2016
  13. Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Prêmio Muriqui.
  14. "Elo Amigo é um dos vencedores da terceira edição do Concurso FIES - Fundo Itaú Excelência Social". Elo Amigo, 03/01/2008

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar