Instituto Max Planck de Física de Sistemas Complexos

O Instituto Max Planck de Física de Sistemas Complexos (em alemão: Max-Planck-Institut für Physik komplexer Systeme - MPI PKS) é uma instituição de pesquisa não universitária com sede em Dresden. O instituto realiza pesquisas científicas básicas em várias áreas da física teórica.[1]

Instituto Max Planck de Física de Sistemas Complexos
Max-Planck-Institut für Physik komplexer Systeme
Fundação novembro de 1992
Tipo de instituição Max Planck Institute, instituto de pesquisa
Localização Dresden
Alemanha
51° 1' 36.001" N 13° 43' 0.998" E
Funcionários 91
Campus Dresden
https://www.pks.mpg.de/institute/ Website oficial

HistóriaEditar

O Instituto Max Planck de Física de Sistemas Complexos foi fundado em novembro de 1992 por resolução do Senado da Sociedade Max Planck. O diretor fundador foi o físico teórico Peter Fulde, que anteriormente foi diretor do Instituto Max Planck de Pesquisas Sobre o Estado Sólido em Stuttgart. Em janeiro de 1994 os trabalhos foram iniciados em um prédio provisório e, após uma fase de construção de quase 2 anos, o instituto mudou-se em julho de 1997 para o novo prédio especialmente construído no qual ainda está localizado atualmente.

Laureados (seleção)Editar

A seguir está uma lista selecionada de prêmios e homenagens (em ordem alfabética) que foram concedidos aos membros do MPI PKS:

Prêmio de Física DresdenEditar

O Prêmio de Física Dresden foi fundado em 2015 pelo diretor emérito do MPI PKS Peter Fulde, concedido a cientistas "que deram uma contribuição especial para a estreita cooperação entre a TU Dresden e o MPI-PKS".[9] O prêmio, agora dotado com 5 000 euros, é concedido anualmente pela TU Dresden e pelo MPI PKS com o objetivo de promover a cooperação entre o MPI-PKS e a Faculdade de Física da TU Dresden e homenagear pesquisadores excepcionais cujo trabalho para os cientistas de Dresden é de particular importância.[10]

Recipientes:

  • 2017 Daniel P. Arovas
  • 2018 Jacques Prost[11]
  • 2019 Klaus Richter
  • 2020 Adam Nahum[12]
  • 2021 Gijsje Koenderink[13]

Referências

  1. «MPI PKS». pks.mpg.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  2. «Frank Jülicher aus Dresden erhält Leibniz-Preis 2017». welt.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  3. «Jülicher forscht zur Entstehung des Lebens». bmbf.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  4. «Leibniz-Preis für Dresdner Physiker». Consultado em 28 de outubro de 2021 
  5. «Dresdner Physiker bekommt Leibniz-Preis». saechsische.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  6. «Gustav Hertz-Preis». dpg-physik.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  7. «Peter Fulde Wins the Tsungming Tu Award». times.postech.ac.kr (em inglês). Consultado em 28 de outubro de 2021 
  8. «Schottky-Preis für Dresdner Quantenphysiker». oiger.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  9. «Peter Fulde stiftet Physik-Preis». tu-dresden.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  10. «The future belongs to those who cooperate». pks.mpg.de (em inglês). Consultado em 28 de outubro de 2021 
  11. «"Physik-Preis Dresden" zum zweiten Mal verliehen». idw-online.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  12. «Physik-Preis Dresden für den Oxforder Physiker Dr. Adam Nahum». tu-dresden.de. Consultado em 28 de outubro de 2021 
  13. «„Physik-Preis Dresden" zum fünften Mal verliehen». tu-dresden.de. 7 de julho de 2021. Consultado em 28 de outubro de 2021 

Ligações externasEditar