Abrir menu principal

Em química diz-se que uma substância é um intermediário quando em um processo de síntese ela é produzida como etapa intermediária da obtenção de outra. Pode-se, noutros termos, definir que o intermediário é a matéria prima para a produção de determinada substância, partindo-se, para sua produção, de outras matérias primas anteriores.

Assim, por exemplo. O nitrobenzeno e um intermediário da produção do dinitrobenzeno e este é um intermediário da produção do diaminobenzeno.

Outro exemplo é o fenol, que é um intermediário para o ácido salicílico, que por sua vez é uma intermediário para o ácido acetilsalicílico.

Síntese do ácido salicílico.


Síntese do ácido acetilsalicílico


Uma substância que é inicial numa marcha de vários passos síntese é dita muitas vezes precursor(a). Normalmente, são as substâncias mais simples, facilmente obtíveis e de baixo custo, inclusive a partir da exploração mireral ou extrativismo vegetal, como o benzeno do petróleo e hulha e os ácidos graxos e álcoois graxos, dos óleos e ceras vegetais.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.