Ionaldo Cavalcanti

Ionaldo Andrade Cavalcanti (Recife, 1933 - São Paulo, 6 de maio de 2002) foi um pintor e artista gráfico brasileiro. Foi chefe de artes de várias revistas da editora Abril e já apresentou suas pinturas em diversas exposições coletivas e individuais, incluindo a Bienal Internacional de São Paulo de 1967. Seu livro, "Esses incríveis heróis de papel" (sobre histórias em quadrinhos), ganhou em 1989 o 1º Troféu HQ Mix na categoria "melhor livro teórico".[1][2][3] Em 2002, ganhou o Prêmio Angelo Agostini na categoria "Mestre do Quadrinho Nacional".[4]

Ionaldo Cavalcanti
Nascimento Ionaldo Andrade Cavalcanti
1933
Recife
Morte 6 de maio de 2002
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação pintor, desenhista de banda desenhada, editor, artista visual
Prêmios
Página oficial
http://ionaldo.com.br/index.htm

Bibliografia editar

  • O Mundo dos Quadrinhos, (Símbolo, 1977)[5]
  • Esses Incríveis Heróis de Papel (Mater, 1988)[5]
  • Essas Incríveis Heroínas de Papel (EGO, 2018), encartado no fanzine QI #149 de Edgard Guimarães em edição impressa e pdf gratuito.[6]

Referências

Ligações externas editar

  Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.