Reino Iquíxida

(Redirecionado de Iquíxidas)
Reino Iquíxida
Abbasid banner.svg
935 — 969 
White flag 3 to 2.svg
Ikhshidid Dynasty 935 - 969 (AD).PNG
Reino Iquíxida em seu zênite
Região
Capital Fostate
Países atuais

Línguas oficiais
Religião
Moeda

Emir
• 935-946  Maomé ibne Tugueje (primeiro)
• 968-969  Abul Fauaris Amade ibne Ali (último)

Período histórico Idade Média
• 935  Ascensão de Maomé ibne Tugueje
• 969  Conquista pelo Califado Fatímida

Reino Iquíxida[1] foi um Estado independente de facto surgido em 935 quando Maomé ibne Tugueje (r. 935–946) foi designado governador do Egito e agiu semiautonomamente em relação ao governo central do Califado Abássida em Bagdá. Sua dinastia, os iquíxidas, eram de origem turca. Em 937, foi nomeado iquíxida (persa para "príncipe") pelo califa Arradi (r. 934–940) e pôde assegurar sua posição em relação ao emir de emires Maomé ibne Raique e o hamadânida Ceife Aldaulá (r. 945–967) de Alepo. De 946 a 968, o poder ficou nas mãos do vizir Abul Misque Cafur, embora Unujur (r. 946–961) e Ali (r. 961–966) mantiveram-se como soberanos nominais. Por algum tempo, Cafur com sucesso conseguiu repelir as investidas hamadânidas e fatímidas em seu território e patrocinou as artes. Em 969, o Califado Fatímida derrubou Abul Fauaris Amade ibne Ali (r. 968–969) no Egito, enquanto os hamadânidas repeliram os governadores iquíxidas do norte da Síria.[2]

Referências

BibliografiaEditar

  • Lopes, Nei Bras; Macedo, José Rivair (2017). «Iquíxida». Dicionário de História da África: Séculos VII a XVI. Belo Horizonte: Autêntica Editora