Isócrates (em grego: Ἰσοκράτης; 436 a.C.338 a.C. ou 336 a.C.) foi um orador e retórico ateniense.[1] Isócrates, chamado de o Pai da Oratória, porque foi o primeiro a escrever discursos, que serviam de modelo a seus discípulos. Foi ele quem implantou a Retórica no currículo escolar de Atenas.

Isócrates
Isócrates
Bust d'Isòcrates, Museu Puixkin
Nascimento 436 a.C.
Atenas Antiga
Morte agosto de 338 a.C.
Atenas Antiga
Cidadania Atenas Antiga
Cônjuge Plathane
Ocupação orador, escritor

Escola editar

Em 393 a.C, Isócrates funda sua escola em Atenas. Notabilizando-se como rival da Academia de Platão, valorizava conhecimentos predominantemente literários em contraposição à valorização da matemática dos platônicos (é necessário, contudo, compreender que essa divisão é de certa forma anacrônica, pois a concepção de discurso em Platão é, em si, matemática). Entre seus discípulos estão Licurgo, Hipérides, Teopompo, Teodectes, Timóteo e Nícocles.

Platônicos e sofistas editar

Isócrates se contrapunha tanto aos sofistas quanto aos platônicos, alegando que a semelhança formal entre o discurso refutador socrático e o discurso anti lógico sofista os aproximava demasiado [2]. Acusação respondida por Platão no discurso Sofista.

Referências

  1. (Pseudo-)Plutarco, Vidas dos Doze Oradores, Vida de Isócrates [em linha]
  2. TRABATTONI, Franco. Platão. 2010. p. 226.

Ligações externas editar