Isabel de Médici

Isabel de Médici (em italiano: Isabella de' Medici; Florença, 31 de agosto de 1542Cerreto Guidi, 15 de julho de 1576) foi uma nobre italiana, filha de Cosme I de Médici, Grão-Duque da Toscana com sua esposa Leonor de Toledo. Em 28 de janeiro 1556 casou-se com Paolo Giordano Orsini, Senhor de Bracciano. Com a elevação de seu marido a Duque de Bracciano em 1560, Isabel tornou-se a primeira Duquesa consorte de Bracciano.

Isabel de Médici
Princesa da Toscana
Duquesa de Bracciano
Retrato por Alessandro Allori, c. 1575
Marido Paolo Giordano Orsini
Descendência Leonor
Isabel
Virginio
Casa Médici
Nome completo Isabel Romola de Médici
Nascimento 31 de agosto de 1542
  Florença, Ducado de Florença
Morte 15 de julho de 1576 (33 anos)
  Cerreto Guidi, Villa Medici, Ducado de Florença
Enterro Capela dos Médici, Basílica de São Lourenço, Florença, Itália
Pai Cosme I de Médici
Mãe Leonor de Toledo
Religião Catolicismo

BiografiaEditar

Ele cresceu entre o Palácio Velho e o Palácio Pitti, que sofria com as extensões a que foi submetido por Cosme e onde a família se mudou de uma vez por todas.

Em 1553, quando ela tinha apenas sete anos de idade, seus pais a noivaram com Paolo Giordano Orsini, Senhor de Bracciano e pertencente à família Orsini. Quando Isabel completou dezesseis anos, as núpcias ocorreram.

Ela tinha um caráter fácil e resoluto e era casada com um homem que os historiadores não hesitam em descrever como cínico, impulsivo e violento. Muitas vezes esteve ausente devido aos seus negócios e Isabel tornou-se amante do primo do marido, Troilo Orsini.

MorteEditar

 
Retrato de Isabel de Médici por
Alessandro Allori, Galeria Uffizi, Florença.

Quando Cosme morreu, já convertido no Primeiro Grão-Duque da Toscana, Isabel perdeu a proteção dos pais e também o apoio do novo grão-duque, seu irmão Francisco I de Médici.

O marido decidiu então vingar-se da desonra a que foi submetido e levou a cabo o assassinato de Isabel longe dos olhos indiscretos na vila que tinham em Cerreto Guidi. Poucos dias antes, o assassinato de Leonor Álvarez de Toledo pelo marido Pedro de Médici, irmão de Isabel, também havia sido consumado.

A crônica popular descreve a vingança como asfixia direta nas mãos de Paolo, outras fontes dizem que ela se afogou na água enquanto lavava o cabelo. Paolo, argumentou em sua defesa, deu-lhe tempo suficiente para se desculpar por seus pecados.

A aprovação e até mesmo a cumplicidade de Francisco I com os assassinatos de sua irmã e cunhada deram origem a muitas fofocas apoiadas pelos oponentes da família Médici. Foi dito até mesmo que Isabel tinha um relacionamento incestuoso com o próprio pai.

Troilo, que durante uma luta foi encontrado envolvido no assassinato de um agente do serviço secreto do Grão-Duque, foi acusado de planejar o assassinato de Francisco I e fugiu para Paris, onde ele foi encontrado por um assassino contratado Francisco e morto em 1577. O assassino recebeu 300 escudos pelo trabalho.

Paolo Giordano Orsini nunca se casou novamente e permaneceu distante dos conflitos dos Médicis, seu ato contra a sua esposa foi vista na época como um fato justo e forma honesta para limpar a sua honra, sendo inspirou muitos escritores e poetas de épocas posteriores.

DescendênciaEditar

 
Retrato de Isabel de Médici com seu filho Virginio em 1574, por Alessandro Allori.

Paolo Giordano e Isabel tiveram três filhos:

  • Leonor (? - 1634), casada com Alexandre Sforza, Duque de Segni;
  • Isabel (1571 - 1572);
  • Virginio Orsini (1572 - 1615).

GenealogiaEditar

Os antepassados de Isabel de Médici em três gerações
Isabel de Médici Pai:
Cosme I de Médici
Avô paterno:
João de Médici
Bisavô paterno:
Giovani de Médici
Bisavó paterna:
Catarina Sforza
Avó paterna:
Maria Salviati
Bisavô paterno:
Jacobo Salviati
Bisavó paterna:
Lucrécia de Médici
Mãe:
Leonor de Toledo
Avô materno:
Pedro Álvarez de Toledo e Zúñiga
Bisavô materno:
Fadrique Álvarez de Toledo
Bisavó materna:
Isabel de Zúñiga
Avó materna:
Maria Osorio Pimentel
Bisavô materno:
Luís Pimentel
Bisavó materna:
Joana Osorio

BibliografiaEditar

  • Isabella de Médici las pruebas del delito, Corriere Fiorentino (Corriere della Sera). Consultado a 20 de abril de 2008.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em castelhano, cujo título é «Isabel de Médici».
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Isabel de Médici
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.