Józef Czapski

Józef Czapski ( Praga, 1896 - Maisons-Laffitte, França, 1993 ) Nascido em uma família de aristocratas poloneses, pintor influenciado por Cézanne, escritor e soldado durante as duas guerras mundiais, foi uma das grandes testemunhas da história do século XX na sua forma mais trágica.[1]

Józef Czapski
Nascimento 3 de abril de 1896
Praga
Morte 12 de janeiro de 1993 (96 anos)
Maisons-Laffitte
Sepultamento Le Mesnil-le-Roi
Cidadania Polónia
Progenitores
  • Jerzy Hutten-Czapski
Irmão(s) Maria Czapska
Alma mater
Ocupação pintor, escritor, crítico literário, ensaísta
Prêmios
  • Monte Cassino Commemorative Cross
  • Cruz de prata da Virtuti Militari
  • Comandante com Estrela da Ordem da Polônia Restituta

Em seu relato autobiográfico "Em terra desumana" (1949) conta os anos de cativeiro do autor nas prisões soviéticas e seu papel mais tarde, como um oficial do exército polonês, em busca de milhares de prisioneiros poloneses espalhados vários Gulags da União Soviética e dos quais apenas 395 sobreviveram.[1]

Depois da guerra, ele se juntou a comunidade polonesa emigrou para França, onde trabalhou como colunista político, editor e autor de crítica de literatura e arte.

BibliografíaEditar

  • Czapski, Józef (2008). El Acantilado, ed. "En tierra inhumana". [S.l.: s.n.] ISBN 978-84-96834-41-5 
  • Adam Zagajewski (2005). El Acantilado, ed. "En defensa del fervor". [S.l.: s.n.] ISBN 978-84-96489-15-8 

Referências

  1. a b JOANNA POLLAKÓWNA. «Jozef Czapski». zwoje-scrools.com. Consultado em 27 agosto 2012. Arquivado do original em 6 de março de 2012 

Ligações externasEditar