Jacinto de Figueiredo e Abreu

Jacinto de Figueiredo e Abreu foi governador de São Tomé e Príncipe. No final do século XVIII, o rei Pedro II de Portugal ordenou-lhe que edificasse uma fortificação (Fortaleza de São João Baptista de Ajudá) na povoação de Ouidah, com o fim de proteger os embarques de escravos (1680 ou 1681).[1][2]

Referências

  1. «Forte de S. João Baptista de Ajudá, 1721 e seguintes, Ouidah, Benim.». Arquipélagos.pt. Consultado em 20 de dezembro de 2016 
  2. «História da Expansão Portuguesa no Mundo Século XV e XVI». Notícias do Douro. 16 de julho de 2010 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.