Jacques Callot

Jacques Callot (Nancy, 1592 – Nancy, 28 de março de 1635) foi um desenhista e gravador a buril e água-forte francês, descendente de uma família originária da Borgonha, estabelecida em Lorena.

Jacques Callot
Nascimento 1592
Nancy
Morte 25 de março de 1635 (42–43 anos)
Nancy
Cidadania ducado da Lorena
Ocupação gravador, pintor, aqua-fortista, artista gráfico, desenhista, desenhista
Obras destacadas Les Grandes Misères de la guerre
Causa da morte cancro do estômago

BiografiaEditar

 
Retrato de Jacques Callot. Gravado por Michel Lasne, 1629. Inscrição na orla: «IACOB CALLOTVS NOBILIS LOTHARINGVS CALCOGRAPHVS An. AE. suae 36 MLasne delineauit et fecit».
 
Jacques Callot : Mendiant (1622)

Callot tinha um talento singular para imaginar posturas, fisionomias, trajes, figuras quiméricas, cada qual mais extravagante e burlesca que as outras. Nancy, onde vivia Callot, foi sitiada e humilhada com a entrada de Luís XIII na cidade. Admirado pelo rei, Callot recusou o convite real para representar o sítio.

Ao contrário, gravou as atribulações da guerra, os suplícios e sofrimentos de toda a sorte nesta série de dezoito imagens, que a Biblioteca Nacional possui na íntegra.

Nelas, o espaço gravado torna-se grandioso cenário dos desastres da guerra e monumentos da resistência à opressão. É como se o artista alcançasse um registro através de ângulo maior que da própria visão.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Jacques Callot
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.