Abrir menu principal
Jacques Clemens
Nascimento 11 de julho de 1909
Haia, Países Baixos
Morte 7 de março de 2018 (108 anos)
Valônia
Nacionalidade neerlandês[nota 1]
belga
Religião Catolicismo

Padre Jacques Clemens (Haia, 11 de julho de 1909 - Valônia, 7 de março de 2018) foi um centenário holandês-belga, que até a data da sua morte, foi o sacerdote em atividade mais longevo do mundo, além do belga mais velho desde a morte de Aimé Wille, em 7 de maio de 2015, e o homem mais velho nascido nos Países Baixos desde a morte de Wim Hendriks, em 21 de março de 2016.[1]

BiografiaEditar

Jacques Clemens nasceu em 11 de julho de 1909 em Haia, nos Países Baixos. Tornou-se sacerdote em 1936 e liderou a missa na paróquia de "La Bultia" no município de Ham-sur-Heure-Nalinnes, em Hainaut, na Valônia, desde 1958. Aos 102 anos, Clemens caiu e foi levado para o hospital, onde não tinha certeza se continuaria seu trabalho, o que ele eventualmente fez.[2]

Clemens tinha alguns problemas com a caminhada e pouco tempo antes do seu 106.º aniversário, sua saúde declinou um pouco devido a outra queda, embora ele tenha sido curado dez dias depois. Quando foi anunciado o homem mais velho da Bélgica, ele se recusou a dar algum comentário, como um de seus amigos afirmou: Seu desejo é morrer no altar em sua igreja.[3]

Clemens viveu seus ultimos anos de vida na cidade de Ham-sur-Heure-Nalinnes, na Valónia. Faleceu no dia 7 de março de 2018[4].

Notas

  1. Clemens viveu desde 1958 na Bélgica, mas manteve sua cidadania holandesa.

Referências

Precedido por
Aimé Wille
Homem mais velho da Bélgica
7 de maio de 2015 – 7 de março de 2018
Sucedido por
Precedido por
Wim Hendriks
Homem mais velho nascido nos Países Baixos
21 de março de 2016 – 7 de março de 2018
Sucedido por
Precedido por
Wim Hendriks
Homem mais velho de Benelux
21 de março de 2016 – 7 de março de 2018
Sucedido por