Jacques Dupuy

Jacques Dupuy (Tour, 24 de Setembro de 1591Paris, 11 de Novembro de 1656) foi humanista, bibliotecário e erudito francês. Filho do magistrado e humanista Claude Dupuy (1545-1594)[1] e irmão de Christophe Dupuy (1580-1654)[2] e de Pierre Dupuy (1582-1651)[3], com quem fundou na Biblioteca Real rua da Harpa, o gabinete Dupuy, uma academia muito famosa em sua época. Em 1634 François-Auguste de Thou o nomeia prior de Saint-Sauveur-lès-Bray e Jean-Baptiste Colbert dá a ele o priorado de Varangéville, por parte di cardeal Mazarino em 1655. Curador da Biblioteca Real depois da morte de seu irmão mais jovem, Jacques lega ao rei, por ocasião de sua morte, seus livros e manuscritos: mais de 9300 obras impressas e 260 manuscritos antigos., que viriam a constituir os fundos Dupuy para a Biblioteca Nacional da França, incluindo memórias, correspondências, cópias de vários documentos, que datam em sua maioria dos séculos XVI e XVII. Os livros ficaram divididos entre as coleções da Biblioteca Nacional da França, e numa escala menor, na Biblioteca Mazarina, numa situação de intercâmbio realizado entre as duas instituições, em 1668.

Jacobus Puteanus
(1591-1656)
humanista Francicus
Nascimento 24 de setembro de 1591
Tour,  França
Morte 11 de novembro de 1656
Paris,  França
Nacionalidade  França
Ocupação Humanista, bibliotecário e erudito francês.

ObrasEditar

BibliografiaEditar

Veja tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.