Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura por o jogador de handebol, veja Gustavo Nakamura Cardoso.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Japa ou japam é a repetição mental ou verbal de um mantra com o objetivo de atingir estados alterados de consciência. A repetição do mantra, o japa, pode ser feita de três maneiras diferentes:

  • Em voz alta.
  • Em forma de um murmúrio sem movimento dos lábios.
  • Mentalmente.

Todas elas têm uma relação íntima com a respiração, o pranayama e o mátra (ritmo).

Em [1]Kularnava tantra, capítulo onze, sutra 19, diz-se:

No Hinduísmo, o Japamala (um cordão com sementes) é usado durante a prática do japa. No Hinduísmo, Vaishnavas, geralmente, usam Japamalas de sementes de Tulsi. E os Shaivitas usam semente de Rudrakhsa. O número de sementes no Japamala é, geralmente, 108. Os praticantes podem se sentar ou andar durante a prática, feita pela manhã, à tarde ou no alvorecer. A cada repetição do japa, uma semente é contada. Os japas mais utilizados nestas práticas são os Om, Hrimee Krim.

No Tantra shastra, deve-se acrescentar a terminação namah (Eu saúdo).

O mantra é, geralmente, dado pelo Guru ao discípulo durante sua iniciação. Existe uma similaridade com a prática Cristã do terço.

Estátua representando uma renunciante jainista recitando japas com o auxílio de um japamala
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Japa

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Kulārṇava Tantra». sriganesa.com. Consultado em 19 de março de 2019 

Ligações externasEditar


  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.