Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jason Robards
Jason Robards
Nome completo Jason Nelson Robards Jr.
Nascimento 26 de Julho de 1922
Chicago,  Illinois
 Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano
Morte 26 de Dezembro de 2000
(78 anos)
Bridgeport,  Connecticut
 Estados Unidos
Ocupação Ator
Atividade 1951 - 2000
Cônjuge Eleanor Pittman (1948 - 1958)
Rachel Taylor (1959 - 1961)
Lauren Bacall (1961 - 1969)
Lois O'Connor (1970 - 2000)
Oscares da Academia
Melhor Ator Coadjuvante
1977 - All the President's Men
1978 - Julia
Emmys
Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme
1988 - Inherit the Wind
Tonys
Melhor Ator em Peça
1959 - The Disenchanted
Festival de Cannes
Prêmio de Interpretação Masculina
1962 - Long Day's Journey into Night
Prémios National Board of Review
Melhor Ator
1962 - Long Day's Journey into Night
Melhor Ator Coadjuvante
1977 - All the President's Men

Jason Nelson Robards Jr. (Chicago, 26 de julho de 1922Bridgeport, 26 de dezembro de 2000) foi um ator estadunidense de teatro, cinema e televisão. Robards foi um dos poucos atores a ter ganhado a tríplice coroa (Oscar, Emmy e Tony).

Tornou-se famoso e respeitado pelos personagens de obras do dramaturgo Eugene O'Neill que interpretou regularmente no decorrer de sua carreira.

Jason Robards participou da segunda guerra mundial, tendo sido um dos sobreviventes do ataque japonês a Pearl Harbor, em 7 de dezembro de 1941, razão pela qual recebeu a Navy Cross, a segunda mais alta condecoração da Marinha dos Estados Unidos. Foi casado com a atriz Lauren Bacall, de 1961 a 1969.

Índice

Prêmios e indicaçõesEditar

Recebeu dois Oscar na categoria de melhor ator coadjuvante, por Todos os homens do presidente, de 1976, e por Julia, de 1977, pela interpretação do escritor Dashiell Hammett, tendo ainda sido indicado por Melvin e Howard, de 1980.

Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de melhor ator - comédia / musical por Mil Palhaços, de 1965, e teve três indicações na categoria de melhor ator coadjuvante por Todos os homens do presidente; Julia; e Melvin e Howard. Foi ainda indicado ao Globo de Ouro de melhor ator - minissérie /filme para televisão por Sakharov, de 1984.

Recebeu duas indicações ao BAFTA na categoria de melhor ator coadjuvante por Todos os homens do presidente e por Julia.

Recebeu o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes por Longa jornada noite adentro, de 1962.

Vida Pessoal e MorteEditar

Robards teve seis filhos de seus quatro casamentos, incluindo o ator Jason Robards III e outros dois com sua primeira esposa, Eleanor Pittman; o ator Sam Robards com sua terceira esposa, a atriz Lauren Bacall, com quem ele se casou em 1961. Eles se divorciaram em 1969, em parte por causa de seu alcoolismo. Robards teve mais dois filhos com sua quarta esposa, Lois O'Connor.

Em 1972, ele ficou gravemente ferido em um acidente de automóvel quando dirigia seu carro ao lado de uma montanha em uma sinuosa estrada da Califórnia, exigindo uma extensa cirurgia e reconstrução facial. O acidente pode ter sido relacionado à sua luta de longa data com o alcoolismo. Robards superou seu vício e passou a fazer campanha publicamente pela conscientização sobre o alcoolismo.

Robards residia em Connecticut. Ele morreu de câncer de pulmão em Bridgeport, Connecticut, em 26 de dezembro de 2000, aos 78 anos. Ele foi cremado.

FilmografiaEditar

Ligações externasEditar