Jemima Wilkinson

Jemima Wilkinson.jpg

O "Amigo Público Universal" (nascida Jemima Wilkinson, 29 de novembro de 17521 de julho de 1819), foi uma líder religiosa estadunidense da congregação "Universal Friends" (Amigos Universais), que pregava total abstinência sexual. Após ter sofrido de uma grave doença em 1776, o Amigo alegou ter morrido e sido reanimado como um evangelista agénero chamado "Amigo Público Universal", e posteriornebte evitou o seu nome de nascimento e os pronomes com gênero. Vestindo roupas andrógenas, o Amigo pregou por todo o nordeste dos Estados Unidos, atraindo muitos seguidores que assim formaram a "Sociedade de Amigos Universais".

A teologia do Amigo Público Universal era no geral semelhante à da maioria dos quakers. O Amigo enfatizou a importância do livre arbítrio, opôs-se à escravidão e apoiou a abstinência sexual. Os membros mais comprometidos da Sociedade de Amigos Universais foram um grupo de mulheres solteiras que assumiam papéis de liderança em suas famílias e na comunidade. Na década de 1790, os membros da Sociedade adquiriram terras no oeste Nova Iorquino, onde formaram o município de "Jerusalém" perto de Penn Yan, Nova Iorque. A Sociedade de Amigos Universais deixou de existir na década de 1860. Muitos escritores retrataram o Amigo como uma mulher e, ou um fraudador manipulador, ou um pioneiro dos direitos das mulheres. Outros, no entanto, percecionaram o pregador como transgénero ou não binário e como uma figura pioneira na história transexual.

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Jemima Wilkinson
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.